A melhor forma de fazer o dinheiro render é não deixar ele parado e colocá-lo em algum investimento. Por isso, guardar o dinheiro na poupança pode não ser a melhor escolha. Para isso, existem diversas opções, com aplicações que variam entre baixo, médio e alto risco.

Segundo o Banco Central, os depósitos superaram os saques no mês de maio em R$ 2,4 bilhões. Escolhida por 80% dos investidores brasileiros, o aumento de investimento na poupança mostra que aos poucos a população tem conseguindo poupar dinheiro.

Mas, se você quer remar contra a maré, existem outros investimentos que rendem até mais do que a poupança e ainda assim têm baixo risco. Veja a seguir três delas:

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Esta forma de investimento consiste em emprestar dinheiro ao banco para que ele utilize os recursos para emprestar aos outros clientes. O valor remunerado geralmente é uma porcentagem pré-fixada de acordo com a taxa DI, que costuma ser próxima da taxa Selic.

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é um título público que paga ao investidor, durante o período da aplicação, a variação da taxa básica de juros, a taxa Selic. Ele tem baixo risco de crédito devido o seu emissor de títulos ser o próprio governo.
O investimento pode ser feito com apenas uma fração de título, ou seja pelo menos 1% de um título. Atualmente o Tesouro Selic é vendido por R$ 9.555,63, ou seja, o valor mínimo para investimento é de R$ 95,55.

Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

O título é emitido pelos bancos para financiar o agronegócio e conta com isenção de Imposto de Renda. Embora alguns bancos exijam alto aporte financeiro, já existem outros que oferecem os LCAs com aporte de apenas R$ 1.

Gostou das nossas dicas? Assine a nossa newsletter e confira mais posts interessantes sobre carreira, estudos, economia e diversas outras áreas.

Leia também

Cadastre-se para receber nossos informes e newsletters!