O ensino superior oferece diversas possibilidades para os estudantes. Palestras, projetos de extensão, estágios e conversas com colegas e docentes ampliam horizontes e desenvolvem o senso crítico. A iniciação científica é mais uma dessas atividades enriquecedoras.

Como o próprio nome diz, ela é sua porta de entrada no mundo de pesquisas acadêmicas. A iniciação científica é um programa que permite aos estudantes de graduação o desenvolvimento ou participação em um projeto de pesquisa, em diferentes áreas de conhecimento, sob orientação de um pesquisador da universidade.

Ela é excelente para quem pensa em seguir carreira acadêmica e cursar mestrado e doutorado no futuro, pois o estudante aprende a pesquisar, desenvolve pensamento crítico e lógico, descobre suas áreas de interesse e aprende a escrever textos acadêmicos.

Se você não pensa em se tornar pesquisador, ela também pode te ajudar, pois fortalece habilidades necessárias a todos os estudantes de graduação, sobretudo para o desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso.

Além disso, se não estiver trabalhando ainda, você pode se candidatar a uma bolsa de fomento. Geralmente, elas são oferecidas pela Fapesp, CNPq ou CAPES, com valores mensais que auxiliam os estudantes. A iniciação científica também vai te ajudar a complementar as horas de atividades complementares, exigidas para a conclusão da sua graduação.

E aí, já pensou em realizar pesquisas acadêmicas? O Izabela tem oportunidades de iniciação científica para alunos em diversas áreas de conhecimento. Confira!

Leia também

Cadastre-se para receber nossos informes e newsletters!