Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 1° de outubro: Dia do idoso | Leia a mensagem da nossa Casa de Cuidados

1° de outubro: Dia do idoso | Leia a mensagem da nossa Casa de Cuidados

No Brasil, denominam-se idosos aqueles com idade acima de 60 anos, sendo que após os 80 anos considera-se que eles se encontram em situação de maior fragilidade, exigindo mais atenção e cuidados por parte da família. O dia 1° de outubro foi escolhido para se homenagear essas pessoas, que tanto contribuíram para a sociedade ao longo de suas vidas.

A Casa de Cuidados aproveita a oportunidade para reforçar a importância de se olhar e se dedicar mais tempo aos idosos presentes na sua família. Além de promover a saúde e o bem-estar, trata-se de uma conduta afetuosa e de gratidão para com essas pessoas tão queridas.

1 - Estimule a mente, o que pode ser feito de várias maneiras: oferecendo livros, palavras cruzadas ou realizando viagens; por meio de dança, passeio ao ar livre, conversas ou até mesmo com uma boa leitura;

2 - Alimentação saudável: o idoso deve fazer uso de alimentos de variadas consistências, exceto se impossibilitado. Sempre que possível, ele próprio deve realizar ou participar do processo de escolhas e preparo de suas refeições. Estudos mostram que quando moram e se alimentam sempre sozinhos, idosos tendem a fazê-lo com mais baixa qualidade;

3 - Observe a audição e a articulação das palavras. Caso estejam afetadas, encaminhe para uma avaliação com fonoaudiólogo;

4 - Evite risco de quedas.  Problemas neurológicos e com a visão, entre outros, podem afetar a percepção de objetos e o equilíbrio. Assim, tapetes devem ser evitados e adaptações devem ser feitas em locais escorregadios, como banheiros. Fraturas de fêmur são comuns em idosos, e as cirurgias nessa faixa etária são mais arriscadas;

5 - Previna a desidratação. A ingestão de líquidos deve ser sempre estimulada;

6 - Não deixe o idoso isolado. A convivência com entes queridos e o recebimento de carinho são essenciais para que se mantenham alegres e dispostos.


Não se esqueça de respeitar os direitos dos idosos!