Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2018 / Aluno de Arquitetura e Urbanismo conquista bolsa de estudos para intercâmbio em Portugal

Aluno de Arquitetura e Urbanismo conquista bolsa de estudos para intercâmbio em Portugal

Ítalo Resende estudará durante um semestre na Universidade de Coimbra
Aluno de Arquitetura e Urbanismo conquista bolsa de estudos para intercâmbio em Portugal

Estudar no exterior sempre fez parte dos sonhos de Ítalo Resende, 21 anos, aluno do 9º período de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix. A oportunidade parecia não chegar, até que Resende descobriu que o programa de bolsas Ibero-Americanas, do Santander, havia sido disponibilizado aos estudantes do Izabela.

“Já sabia sobre o Programa Santander Ibero-americanas e até conhecia algumas pessoas que já fizeram intercâmbio através dela. Quando foi divulgado o edital através do site e de cartazes pela faculdade foi uma surpresa positiva”, relata. Agora, o momento de viajar está cada vez mais próximo: no dia 27 deste mês o estudante chega em Coimbra e no dia 6 de fevereiro inicia suas aulas na Universidade de Coimbra.

As expectativas são altas para este novo momento em sua vida acadêmica. “Estou bastante ansioso por esta experiência! Eu nunca havia saído do Brasil antes ou passado tanto tempo longe de casa, então me preparar e programar toda a viagem já foi algo que me exigiu bastante. A oportunidade de viver em outro país, me relacionar com diferentes culturas e idiomas sem dúvidas me agregará bastante pessoalmente, além da chance de estudar em uma universidade com muita história e tradição”, comenta.

Segundo o professor Fábio Abreu de Queiroz, Resende sempre foi um aluno dedicado e interessado em buscar mais informações a respeito da área, o que o ajudou a conquistar a bolsa. “O objetivo do processo seletivo era encontrar um estudante que demonstrasse maturidade e que compreendesse a importância de uma experiência de internacionalização para o desenvolvimento pessoal. O Ítalo demonstrou entender como a oportunidade poderia contribuir para seu desenvolvimento pessoal e, ainda, como poderia influenciar positivamente em sua atuação, no futuro, como profissional e como sujeito crítico e propositivo na sociedade”, diz.

“O fato de estar em uma Universidade renomada se onde se discute e produz materiais sobre arquitetura e urbanismo irá me engrandecer em todos os aspectos, tanto acadêmicos, quanto profissionais e pessoais”, completa o aluno.

Sobre o Programa

Em sua 7ª edição, o Programa Ibero-Americanas contemplou 750 universitários com uma bolsa-auxílio no valor equivalente a 3 mil euros para promover o intercâmbio, por até um semestre, de estudantes de graduação entre universidades de 10 países da região da Ibero-América: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Espanha, Peru, Porto Rico, Portugal, México e Uruguai. O valor da bolsa é usado para cobrir custos com transporte, hospedagem e alimentação, e o curso é concedido como resultado de um acordo estabelecido entre a universidade de origem e a de destino.