Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Aluna de Engenharia Civil realiza pesquisa em parceria com Centro de Direito Internacional

Aluna de Engenharia Civil realiza pesquisa em parceria com Centro de Direito Internacional

Trabalho abordou desenvolvimento sustentável e matriz energética na América Latina
Aluna de Engenharia Civil realiza pesquisa em parceria com Centro de Direito Internacional

O Centro de Direito Internacional (CEDIN) é uma associação que tem como finalidade promover o desenvolvimento do Direito Internacional e, entre outras atividades, produz obras jurídicas e promove eventos para debater diversos temas, sempre pautado pelo diálogo entre o meio acadêmico e a sociedade civil. Um de seus projetos de destaque é a pesquisa “Desenvolvimento Sustentável e Matriz Energética na América Latina: um plano para garantir o acesso à energia limpa para toda a população da região”.

A estudante Natália Galvão, do 7º período do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, atuou como pesquisadora voluntária do CEDIN a partir do início de 2016, quando foi aprovada em processo seletivo. Na ocasião, a discente foi a única graduanda de instituição privada selecionada para o projeto.

A pesquisa foi realizada pelo Centro de Direito Internacional em conjunto com o Programa Regional Segurança Energética e Mudanças Climáticas na América Latina, da Fundação Konrad Adenauer. “O intuito do trabalho foi analisar e descrever o atual panorama do desenvolvimento sustentável e do acesso à energia limpa por parte das populações rurais em cinco estados latino-americanos: Brasil, Chile, Colômbia, Peru e México”, explica Natália Galvão.

Além do caráter descritivo, o foco do projeto era também ser propositivo e indicar possibilidades para melhorias do acesso à energia limpa nos países analisados. Para realizar o objetivo, foram selecionados 18 pesquisadores de todo o Brasil, incluindo mestres e doutores, todos engajados na busca universal pelo desenvolvimento sustentável e baseados na Agenda 2030 proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Em prol da conservação do meio ambiente, da erradicação da pobreza e equidade social, pesquisamos e indicamos melhorias no desenvolvimento e distribuição de energia provindas de fontes renováveis e limpas para regiões rurais da América Latina e Caribe”, conta a estudante.

Para Natália Galvão, projetos como esse são uma forma eficiente para demonstrar como atuação no setor de Engenharia Civil pode ser expandido. “Podemos trabalhar em favor do desenvolvimento sustentável e irmos além da reprodução das técnicas construtivas existentes”, revela. “A área pode abrigar profissionais inovadores e conscientes, capazes de empregar os conhecimentos adquiridos na defesa de mundo mais justo e igualitário”, enfatiza.

Ainda de acordo com a estudante, a participação na pesquisa está diretamente associada à formação recebida no Izabela Hendrix. “Além do aprendizado teórico e técnico em sala de aula e laboratórios, a oportunidade de participar de projetos de extensão, a orientação no desenvolvimento de artigos e o incentivo à premiações foram fundamentais para meu desenvolvimento como profissional e acadêmica. Isso me torna competitiva em processos seletivos para estágios e até mesmo em concursos como o do CEDIN”, destaca.

Livro e Seminário

Após a finalização da pesquisa no mês de agosto, os resultados e apontamentos foram transformados em livro. A obra reunirá todos os artigos produzidos para o projeto e será lançada no seminário “Desenvolvimento Sustentável e Matriz Energética na América Latina", também organizado por CEDIN e Fundação Konrad Adenauer.

O evento irá ocorrer entre os dias 7 e 9 de novembro, das 18h às 22h, no auditório do CEDIN. A programação inclui o lançamento do livro da pesquisa e debate com palestrantes de vários países da América Latina. Para saber mais sobre o seminário, clique aqui