Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Docente do Izabela Hendrix é coautora de livro sobre restauração de sistemas fluviais

Docente do Izabela Hendrix é coautora de livro sobre restauração de sistemas fluviais

por rodrigo.melo publicado 31/10/2016 17h27, última modificação 31/10/2016 17h53
Lançamento da obra e mesa redonda sobre o tema acontecem no dia 3 de novembro
Docente do Izabela Hendrix é coautora de livro sobre restauração de sistemas fluviais

O dia 5 de novembro marca o primeiro ano de uma das maiores tragédias ambientais já ocorridas no Brasil. Na ocasião, o rompimento da barragem do Fundão, localizada na cidade histórica de Mariana (MG), foi responsável pelo lançamento no meio ambiente de 34 milhões de m³ de lama. Os rejeitos vazados, resultantes da produção de minério de ferro pela mineradora Samarco, arrasaram vilas, mataram pessoas e chegaram até o Rio Doce, que percorre cidades mineiras e do Espírito Santo, onde fica a foz do rio.

Diante da gravidade e importância do tema para a sociedade, ambientalistas, cientistas e tomadores de decisão têm somado esforços com objetivo de reduzir os danos ocasionados nos sistemas fluviais e adotar medidas de restauração dos rios degradados pelo rompimento da barragem. 

No próximo dia 3 de novembro, um grupo de engajados nesta questão se reúnem para o lançamento do livro "Restauração de sistemas fluviais" e para a realização da mesa redonda com o tema "Ruptura da Barragem do Fundão: impactos e possibilidades de restauração do sistema fluvial". O evento é aberto ao público e acontece no Auditório da Escola de Engenharia da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), às 16h30. Clique aqui para se inscrever.

Sempre preocupado com causas humanitárias, o Centro Universitário Izabela Hendrix marca presença nas atividades por meio de Alexandra Fátima Saraiva Soares, docente do curso de Direito. No livro a ser lançado, a professora é coautora de um importante capítulo. “O objetivo da obra e do debate é proporcionar reflexão acerca das consequências decorrentes dos danos ocasionados nos sistemas fluviais”, resume.

A obra

‘O livro "Restauração de sistemas fluviais" conta com autores de diversos países para abordar os fundamentos da restauração fluvial e relatar experiência realizadas em condições diversificadas, com abordagens distintas. De acordo com a professora Alexandra Fátima Saraiva Soares, a obra atende a um público interdisciplinar que milita em torno da temática. “Os capítulos foram redigidos de modo que qualquer profissional interessado no tema, independentemente de sua formação, possa ler e compreender os textos e encontrar referências para aprofundamento”, revela

Em sua primeira parte, a obra apresenta fundamentação conceitual e técnica da restauração dos rios, desafios e soluções e menciona temas como ecossistema fluvial, hidráulica, hidrologia, qualidade da água, aspectos legais, técnicas de intervenção, dentre outros. Já no segundo trecho, os estudos abarcam ações restritas a pequenas bacias hidrográficas em áreas urbanas e intervenções transnacionais em grandes e complexos sistemas fluviais, com exemplos que envolvem casos brasileiros, da Alemanha, Austrália, Nova Zelândia e Espanha.

O capítulo "Aspectos Legais e Institucionais da Restauração Fluvial" foi produzido por Alexandra Fátima Saraiva Soares em coautoria com Hygor e Fernanda Rossoni e apresenta noções gerais, legais e institucionais para promover a proteção dos sistemas fluviais. “Discutimos conceitos referentes ao direito ambiental, mecanismos legais e institucionais supranacionais, princípios definidores da tutela ambiental, responsabilidade civil ambiental e tutela processual civil do meio ambiente”, explica.