Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Entrevista | Professora da Zuyd University visita o Izabela Hendrix e palestra sobre Marketing e Negócios Internacionais

Entrevista | Professora da Zuyd University visita o Izabela Hendrix e palestra sobre Marketing e Negócios Internacionais

O Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix recebeu, entre os dias 9 e 13 de novembro a professora Barbara Knup, da Zuyd University of Applied Sciences, Maastritch, Holanda, que ministrou o Seminário Internacional de Marketing e Negócios, para os estudantes do Centro Universitário. A visita fez parte de um convênio de cooperação técnica entre a Rede Metodista de Educação e a Zuyd University of Applied Sciences (www.zuyd.nl/en).

Barbara possui experiências em atividades de consultoria e docência nas áreas de Negócios, Marketing e Finanças Internacionais, Internacionalização dos Negócios e da Educação, e especialização em mercados emergentes (Brasil, Índia, China e Estados Unidos).

Em entrevista, a pesquisadora comentou sobre o início de sua atuação no Marketing Internacional, a importância de programas de internacionalização, as perspectivas do mercado de Marketing no Brasil, a importância de suas palestras no Izabela Hendrix e ainda deixou uma mensagem para os estudantes da Instituição que estão cursando áreas relacionadas ao marketing.

Izabela Hendrix: Como você começou a atuar na área de negócios internacionais e marketing?
Barbara Knup: Eu comecei a atuar na área de marketing quando estudei negócios internacionais. Minha carreira começou com estudos de international business nos Estados Unidos e depois trabalhei na Dinamarca, na China e na Bélgica. Então, o percurso foi de iniciar primeiro uma carreira de international business e só depois comecei a dar aula na academia. Sempre conciliando a academia com os projetos. Todos os anos eu ainda faço um ou dois projetos em países de desenvolvimento e tento sempre trabalhar com companhias ou instituições em que eu possa aprender junto e para levar esse aprendizado. Muitas vezes são ensinos também com mediações e a gente tenta combinar estudo com a prática. Nesse sentido, espero poder ensinar a prática aos alunos por meio de exemplos.

IH: Como a Zuyd Business atua em internacionalização especialmente no visiting professor?  
BK: A Zuyd tem um programa de internacionalização dentro de todas as faculdades que trabalha e os professores também mostram a internacionalização nas atividades que fazem. Isso promove a troca entre parceiros por meio de aulas em outras universidades ou então na profissionalização que os professores fazem e precisam mostrar que tem internacionalização. Esse trabalho pode ser dentro de uma língua ou em um projeto, por exemplo. É um trabalho ativo, então todos os anos, mostramos o que estamos fazendo neste trabalho.

IH: Qual a perspectiva de mercado você enxerga para a área de marketing e negócios Brasil?
BK: O Brasil entrou em uma fase muito interessante, em 2014, com a crise econômica. Agora entrou em uma fase muito importante para vermos o que vai acontecer, pois a política agora tem uma abundância e as companhias também. Esperam que agora a economia vá melhorar porque ela já caiu muito. Começamos a fazer a internacionalização, mas dependemos da política e da economia pra dizer se Brasil vai ser mais aberto com economicamente. O que eu espero, que nós esperamos, é um desenvolvimento mais aberto. Isso também depende de com quais países o Brasil vai começar a achar essas possibilidades. Por outro lado, eu acho que as empresas vão tentar procurar um campo para mostrar que podem trabalhar juntos. É importante que esse mercado abra, pois ficou muito fechado nos últimos anos.

IH: De que maneira as palestras ministradas e a visita à instituição valorizam o profissional formado no Izabela Hendrix?
BK: O foco aqui é a formação voltada para a administração e a contabilidade. Nesse contexto, vamos falar que o marketing não é só uma função, é uma mentalidade de fazer negócios. As pessoas que escolhem trabalhar na área de negócio seja com contabilidade ou financiamento, o marketing é necessário, pois é uma fração do plano de negócios. Compreender que tudo que a gente faz, da contabilidade até o cliente, é parte do marketing.  Outro aspecto importante da internacionalização é o inglês. A língua é a comunicação e foi por ela que eu tive a possibilidade de trabalhar com países diferentes. O inglês com certeza é uma das línguas que todos devem aprender.

IH: Qual sua mensagem para os estudantes do Izabela que estão cursando graduações nas áreas de marketing e negócios?
BK: Eu acho que o importante é poder pensar em uma maneira de marketing e não só pensar que é um departamento. É preciso pensar um pouco mais aberto e mais em como podemos achar uma solução e não qual é o problema. Dentro de uma empresa a gente sempre pode achar uma solução e isso é muito importante. Essa mentalidade aberta e de comunicação é  parte fundamental do marketing.