Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais oferece curso sobre o Sistema Nacional de Cultura

Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais oferece curso sobre o Sistema Nacional de Cultura

por rodrigo.melo publicado 11/09/2017 12h08, última modificação 11/09/2017 12h08
Com inscrições gratuitas e na modalidade EAD, aulas abordarão aspectos jurídicos, políticos e práticos
Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais oferece curso sobre o Sistema Nacional de Cultura

Com intuito de promover e ampliar o conhecimento sobre temas importantes para o exercício da representação política e da cidadania, a Escola do Legislativo da Assembleia de Minas Gerais oferece o curso Sistema Nacional de Cultura: aspectos jurídicos, políticos e práticos.

A iniciativa é realizada em parceria com o Instituto Conhecer e Transformar Metre Guiga e apoio do Fundo Estadual de Cultura, da Secretaria de Cultura de Minas Gerais. Com inscrições gratuitas, o curso será oferecido na plataforma de ensino a distância da Escola do Legislativo, contará com conteúdo teórico, prático, exercícios e vídeos. Haverá certificação de 50 horas.

O curso tem como objetivos estimular e fortalecer a adesão ao Sistema Nacional de Cultura; gerar habilidades para fundamentar ações e políticas públicas no setor cultural; além de esclarecer aspectos diversos sobre o sistema e explicar trâmites burocráticos para a efetivação da adesão ao programa pelos municípios.

A ação é parte do programa Conhecer e Transformar: Cultura!, idealizado pelo Instituto Conhecer e Transformar Mestre Guiga, responsável por realizar ofertas de capacitações periódicas para agentes, gestores, produtores, pesquisadores, artistas, investidores e demais interessados pelo setor cultural.

Inscrições

Os pedidos de inscrição devem ser feitos pelo próprio interessado no endereço ead.almg.gov.br. É necessário ter inscrição na plataforma e clicar no curso desejado. O período para candidaturas vai até o dia 15 de setembro.

A aprovação de cada inscrição está sujeita à identificação do solicitante como pertencente ao público preferencial do curso ou à existência de vaga.