Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Igreja Metodista Central celebra seus 122 anos

Igreja Metodista Central celebra seus 122 anos

Igreja Metodista Central celebra seus 122 anos
Foto: Reprodução/Facebook

A Igreja Metodista Central comemorou, no mês de julho, seu 122° aniversário. As festividades foram marcadas pela inauguração do salão social da Igreja.

Além de lembrar o ano de sua criação, o primeiro templo metodista de Belo Horizonte celebra sua importância no desenvolvimento educacional da capital mineira. No boletim histórico divulgado na celebração de aniversário, o pastor responsável pela Igreja, Reverendo José Pontes, falou sobre a importância da comemoração. “É lembrada a data em que foram batizados os primeiros frutos que se multiplicaram em milhares de vidas salvas pela graça de Deus”, declarou.

O primeiro passo para a introdução da igreja Metodista em Belo Horizonte foi em 1891 e, depois de várias tentativas, a religião se consolidou na cidade em 1896 quando se celebravam cultos no espaço de um hotel na capital mineira, até a construção do primeiro templo, em 1897.

 Igreja e educação

A Educação Metodista em Belo Horizonte teve início com a fundação do Colégio Metodista Izabela Hendrix, em 1904. A missionária Martha Watts foi enviada para o Brasil com a missão de transformar a sociedade por meio da educação fundamentada nos valores do cristianismo, com apoio da Sociedade Missionária de Mulheres Metodistas dos EUA. Em 1972, a instituição começou a oferecer cursos de ensino superior.

O reverendo José Pontes, falou também em seu boletim sobre a importância de aprender com a história. “Se quisermos progredir, não devemos repetir a história, mas reescrevê-la dando continuidade. Reconhecemos que nossa história até aqui foi algo glorioso, trilhada pelos antepassados e hoje somos continuadores desta visão e a revelação de Deus”, pontuou.

Hoje a Igreja Metodista possui um importante papel social e econômico na capital e na região metropolitana, tendo em vista sua atuação em projetos e creches, realizando o papel religioso em ajuda aos mais necessitados.