Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Jovens deixam Kosovo e Haiti para estudar no Brasil

Jovens deixam Kosovo e Haiti para estudar no Brasil

A Metodista de Minas – Izabela Hendrix receberá em breve 14 estudantes do Kosovo e 12 do Haiti, que deixarão seus países para fazer um curso superior no Brasil. Os jovens cursarão Administração, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Filosofia (EaD), Fisioterapia e Jornalismo.

Todos eles receberão bolsas para estudar e se juntarão a outros 12 jovens haitianos que estudam na Metodista de Minas desde 2007, em diversos cursos de graduação. A proposta é oferecer a estes jovens uma formação de qualidade para que eles possam trabalhar pelo desenvolvimento de seus países de origem.

O Izabela Hendrix também tem o compromisso de formar lideranças pautadas nos direitos humanos e na responsabilidade social. Por isso, abre espaço para que diversos grupos sociais possam ter acesso à graduação e, assim, melhorar as condições de vida de sua comunidade.

Pensando nisso, em setembro deste ano a instituição recebeu 60 jovens do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), vindos de diversos estados brasileiros (Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Rondônia, Amazonas, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Piauí, Ceará, Bahia).

Os estudantes estão concluindo o primeiro período do curso de Administração em regime integral. Ao se formarem, estarão capacitados para gerir as duas mil associações e 200 pequenas agroindústrias que o Movimento possui hoje em todo o Brasil.

Pelos corredores da Metodista de Minas também circulam quatro mulheres que, mesmo cumprindo pena na Penitenciária Estevão Pinto, em regime fechado ou semi-aberto, obtiveram licença para fazer a graduação. Elas foram aprovadas no Vestibular para os cursos de Enfermagem, Administração e Fisioterapia, e hoje têm a oportunidade de reconstruir suas vidas e sonhar com um futuro diferente, que abra as portas do mercado de trabalho.