Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Mensagem da Casa de Cuidados do Izabela Hendrix sobre o vírus da dengue

Mensagem da Casa de Cuidados do Izabela Hendrix sobre o vírus da dengue

Risco de dengue volta a ser uma preocupação

Como é sabido, o vírus da dengue é transmitido pela picada da fêmea do Aedes Aegypti, um mosquito diurno que se multiplica em depósitos de água parada.

Não existe tratamento específico contra o vírus da dengue, nem vacina. Combater os focos do mosquito transmissor é a única maneira de prevenir a transmissão da doença.

Caso você apresente algum sintoma da dengue, procure um serviço de saúde o mais rapidamente possível. Sob nenhum pretexto se deve recorrer à automedicação.

São sintomas da doença: febre alta (39º a 40º), de início repentino, associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão no corpo (exantema) e coceira. Num período de 3 a 7 dias, a temperatura começa a cair e os sintomas geralmente regridem, mas pode persistir um quadro de prostração e fraqueza durante algumas semanas.

Nas crianças, a febre alta pode vir acompanhada de apatia, sonolência, recusa da alimentação, vômitos e diarreia. O exantema pode estar presente ou não.

A atuação de cada um em casa e onde trabalha, monitorando locais onde possa existir água parada, é de fundamental importância para o enfrentamento dessa ameaça à saúde de todos. Contribua!

Casa de Cuidados do Instituto Metodista Izabela Hendrix