Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Mês de maio: mês do lar, mês da família

Mês de maio: mês do lar, mês da família

“Se o Senhor não edificar a família, em vão trabalham os que a edificam.” Salmo 127.1

O mês de maio tradicionalmente é chamado de o mês das noivas, mês da família, mês das mães, enfim é tempo de nos lembrarmos da família e da mulher.
E quando pensamos em família nos lembramos que FAMÍLIA É SONHO, É PROJETO DE DEUS. Na Bíblia, no livro de Gênesis, nos primeiros capítulos, temos a narrativa da criação e nela está o sonho de Deus. Deus cria o ser humano, o coloca em seu jardim recém-criado, lindo, arrumado e diz que eles, tantos os homens quanto as mulheres, deveriam cuidar daquele jardim. Os convoca para administrar a sua obra criada.
Em outras palavras podemos dizer que Deus convida os seres humanos para continuar a sua obra agora dando nomes, cuidando, zelando, ou seja aquela era a casa deles, que deveria ser cuidada com muito amor e carinho.
Deus foi mais além e disse que os seres humanos deveriam se multiplicar e encher a terra. Ah! Que sonho lindo! O ser humano foi criado para viver junto com outros seres humanos, e não separados. Deus sonhou seus filhos e filhas, vivendo em harmonia num lindo lugar e juntos, em FAMÍLIA.
Mas, como sempre digo, toda história tem um mas... O ser humano, criado a semelhança de Deus, permitiu que o pecado entrasse neste belo mundo criado e transformou tudo o que era bonito e arrumado em feio e desarrumado.
Mas Deus, no seu infinito amor e misericórdia, também planejou salvar este mundo, salvar sua criação, salvar a família. Enviou seu Filho Amado para nos mostrar novamente o que é amar nossos semelhantes.
Família é viver em amor, em harmonia, só que esse amor tem que ser igual ao de Jesus para conosco. Verdadeiro, incondicional, que une as pessoas, por mais diferenças que tenham o amor nos une e não nos separa.
No texto citado acima, o salmista nos diz que o Senhor tem que edificar a família, tem que ser o construtor deste agrupamento de pessoas que vivem juntas. Não importando, muitas vezes, com os laços que as unem, se sanguíneos, amizade, circunstâncias as mais diversas. Quando Deus sonhou a família, sonhou com seus filhos e filhas, homens e mulheres, juntos vivenciando o amor que só ele pode nos dar.
Não permitamos que as comemorações exploradas pelo comércio nos distancie do verdadeiro sentido destas comemorações. Lembrar das mães, pais, filhos, família é lembrar do amor de Deus para com o ser humano e o seu desejo de resgatá-los, todos e todas, para comporem o seu Jardim Bonito e arrumado novamente.
Venha fazer parte deste sonho de Deus e viva com muita alegria junto com sua família todos os dias.
Pastor Marcos Antonio Garcia, em um texto sobre a importância da família na Igreja, escreve: “O propósito de Deus não mudou! Ao contrário, a família continua no coração de Deus. O que você pode fazer? Investir na sua família.
Se precisar dizer eu te amo! Diga agora!
Se precisar pedir perdão faça agora!
Se precisar perdoar libere perdão!
(...)
Precisamos ser criativos, vencer as barreiras do tempo e dos compromissos familiares e vivermos um tempo de comunhão espiritual no sentido de fazer a vontade de Deus em nossa família.” (Família – Uma videira frutífera, p.23)
Sonhe junto com Deus uma família cheia de amor e das bênçãos de Deus.

Que Deus Abençoe todas as famílias!


Reverenda Gladys Barbosa
Coordenadora da Pastoral Universitária e Escolar do Instituto Metodista de Ensino Superior