Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Outubro de 1517 – outubro de 2017: quinhentos anos da Reforma Protestante

Outubro de 1517 – outubro de 2017: quinhentos anos da Reforma Protestante

por Raissa Melo Ferreira publicado 01/10/2017 16h58, última modificação 14/11/2017 17h00
Outubro de 1517 – outubro de 2017: quinhentos anos da Reforma Protestante

Comemoramos neste mês de outubro o dia da “Reforma Protestante”.

Em trinta e um de outubro de 1517, Lutero abre o caminho para que hoje possamos ter acesso e nos alimentar do Pão Diário: a Bíblia. A leitura da Bíblia nunca é demais. Quanto mais lida, mais ela se torna agradável. Nela nós encontramos o que é preciso saber sobre os fundamentos da fé cristã. Encontramos, acima de tudo, a certeza de termos um Mediador e um Salvador – Jesus Cristo.

A Reforma traz à memória que a Graça de Deus constitui parte fundamental da fé do povo cristão. Constitui ato fundante da fé reformada, a confiança no Cristo da cruz e a certeza do sepulcro vazio. A Graça é, portanto, sinal marcante da nossa identidade. Sem a cruz e sem a convicção da ressurreição, não há Graça. E, sem a Graça, não há esperança.

A justiça recebida pela Graça perdoadora de Deus foi absorvida de uma forma marcante na vida dos geradores do movimento reformista. O socorro vem de Deus. A salvação é concedida pela fé nos méritos do Cristo. As boas obras humanas não antecedem o perdão dos pecados. Entretanto, a Graça salvadora do Cristo está aberta para acolher e salvar. Para perdoar.

Quinhentos anos deste movimento que transforma o mundo até hoje. Se entendermos o que é fazer parte da história, deste movimento que fala de Graça, cruz, fé e esperança, não podemos vender e nem trocar nossos sentimentos por um “prato de lentilha” (Gênesis 25.34). É preciso preservar. Afinal, “a Graça de Deus se manifesta salvadora” (Tito 2.11). Aleluia! O justo viverá por fé! (Romanos 1.17)

Outubro não deverá ser apenas lembrança do passado, mas, sim, ser um tempo de percebermos a Graça de Deus nos caminhos da Reforma.
Deus nos fortaleça. Vivamos a Reforma!

Com minhas orações,

Professora Rosane Oliveira
Agente da Pastoral Universitária
Universidade Metodista de São Paulo
Educação Metodista