Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Saiba como aprender o alfabeto japonês sozinho

Saiba como aprender o alfabeto japonês sozinho

por Fernanda Kian publicado 16/03/2021 09h13, última modificação 18/03/2021 09h14
Saiba como aprender o alfabeto japonês sozinho
Imagem: site Berlitz

O alfabeto japonês é composto por 3 alfabetos diferentes: hiragana, katakana kanji. Porém, todos eles se complementam. É comum falarmos em “alfabeto”, porém o que conhecemos como alfabeto japonês, na verdade é um sistema de escrita dividido em três partes.

A língua japonesa é considerada uma das mais difíceis de aprender, porém, após aprender suas letras, tudo fica bem mais simples. Hoje, vamos mostrar algumas maneiras de aprender o alfabeto japonês, o primeiro passo no aprendizado de uma das línguas mais admiradas do mundo.

Ao aprender japonês, tenha em mente que existe uma ordem para fazer as letras. Não se preocupe, porque o(a) professor(a) do idioma certamente irá lhe ensinar ou isso estará presente no livro didático.

Hiragana:

 

O Hiragana é utilizado normalmente para as palavras nativas em japonês e seus elementos de gramáticos, totalizando 46 caracteres, mas um total de 71 somando os sinais diacríticos, isto é, caracteres com acentos que mudam a fonética do caractere.

Isso pode fazer parecer muito, mas se você aprende os 46, o restante fica fácil. O hiragana é utilizado também como apoio na leitura dos kanjis, podendo ser encontrado acima ou abaixo do kanji em letras pequenas no livro didático.

Os hiraganas também são utilizados como sufixos após kanjis, flexionando verbos, classes gramaticais, adjetivos.. Também existem partículas dentro de frases que são advindas de hiraganas.

Talvez o hiragana seja o mais importante no aprendizado do alfabeto japonês. Por isso, tente aprender ele primeiro.


Fonte: Wikimedia


Lembra o que falamos sobre a ordem dos traços? Existem vídeos no YouTube sobre isso também. Veja aqui um sobre hiragana:

 

Katakana:

Fonte: Wikimedia


Vídeo para treinar sua escrita e pronúncia:

 

Kanji:

Após aprender hiragana e katakana, você está pronto para aprender kanji. O kanji é um dos mais temidos pelos alunos de japonês. Mas calma, nem tudo é tão difícil quanto pode parecer!

Cada símbolo de kanji representa algo, uma ideia ou significado. Às vezes em uma frase, de acordo com o contexto, um kanji pode significar uma coisa ou outra, mas você aprenderá que tudo faz sentido quando você sabe ler os hiraganas e katakanas também.

Kanji certamente é algo que pode dar um artigo único e pretendemos trazer algo sobre isso em breve mais detalhadamente. Por enquanto, para conhecimento básico do que você precisa ter em mente no seu aprendizado, vamos tentar mostrar o que você pode fazer para aprender japonês sozinho.

No Japão, os alunos até a escola secundária aprendem cerca de pouco mais de 2 mil kanjis utilizados em seu dia a dia, porém, existem milhares de kanjis. Curioso, não?

Saiba que você não precisa aprender mais de 2 mil kanjis, se quiser. Com um método adequado de ensino, você aprende todos os kanjis necessários que realmente utilizará no dia a dia ou em viagens, trabalho ou o que for, em alguns meses de dedicação de estudo.

 

E como aprender kanjis, katakana e hiragana, afinal?

 

  • Existem kanjis que se assemelham a figuras, por exemplo. Tente ler primeiro, antes da caligrafia dele. Ao falar, você acaba tendo aquilo de forma mais natural.

 

  • Utilize apps que possam te ajudar a ler os kanjis no dia a dia.
  • Encontre um bom curso com método de conversação e não deixe de perguntar que kanji é aquele e porque naquele contexto de frase, ele tem aquele significado.
  • Não deixe de tirar dúvidas!
  • Crie um cronograma!

 

Algo que funciona muito bem no começo do aprendizado da língua japonesa são cartões. Você coloca o caractere japonês de um lado, pede para alguém te mostrar e você tem que adivinhar qual é o som dele. Assim, você acaba decorando mais rápido.

Tente estudar pelo menos hiragana 3 vezes por semana em dias intercalados, assim como o katakana e depois os dois juntos no mesmo tempo.

Por fim, o kanji, pegue mais pesado, com 4 a 5 vezes por semana. Defina o melhor horário no seu dia e tente aplicar o que você vai utilizar. Podcasts, vídeos, aplicativos, livros e um bom curso de japonês focado na conversação, que é o que realmente ajuda você. Lembre-se que nesse momento, também existem os cursos online de japonês.

Gostou de saber como aprender o alfabeto japonês?

No próximo artigo sobre japonês, falaremos mais sobre algumas dicas para aprender o idioma no geral de forma mais completa.


*Esse conteúdo foi produzido pelo Berlitz, empresa parceira da Educação Metodista. Quer aprimorar seus conhecimentos e aprender outro idioma? Conheça nossa parceria com o Berlitz. Preços promocionais para alunos, docentes e funcionários da Educação Metodista.

registrado em: ,