Você está aqui: Página Inicial / Bioinformática / Notícias / She’s Tech e Izabela Hendrix promovem a inserção de mulheres no mundo da tecnologia

She’s Tech e Izabela Hendrix promovem a inserção de mulheres no mundo da tecnologia

She’s Tech e Izabela Hendrix promovem a inserção de mulheres no mundo da tecnologia

Uma parceria promovida pela She'sTech com os cursos de Bioinformática, Ciências de Dados e Engenharia da Computação do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizou um workshop e uma palestra no dia 5 de julho.

O objetivo do evento Meetup Conexões Vale do Silício foi discutir sobre a inserção do público feminino na tecnologia, pois, muitas vezes, as mulheres são excluídas deste meio por conta de um machismo cultural que ainda existe na sociedade. A coordenadora do curso de Bioinformática, Fabiana Alves, comentou sobre a importância de um acontecimento como esse. “É uma forma de inserirmos as mulheres em um debate que ainda é muito voltado para o público masculino”, disse.

A gerente de projeto e do produto Lunna, Thaisa Fernandes, explicou sobre o método Kanban e, durante um workshop, ensinou os alunos a realizarem de forma prática esse tipo de sistema. O Kanban é um modelo de organização criado no Japão, na década de 60, com foco em ajudar na organização de tarefas, facilitando o trabalho. “Às vezes nós fazemos muitas coisas ao mesmo tempo e achamos que somos mais produtivos, o que não é verdade. No Kanban você prioriza uma atividade e só começa outra quando finaliza a anterior”, explicou Thaisa.

Em seguida, Ciranda de Morais, da She’sTech, ministrou uma palestra ainda voltada sobre o tema do feminismo na tecnologia. A She’sTech é um movimento que preza inspirar e engajar mulheres a participarem da comunidade tecnológica. Durante o evento, Ciranda explicou um pouco sobre o trabalho que realiza. “A She’sTech trabalha em 3 pilares: inspirar, através de eventos aumentando a representatividade das mulheres nos lugares de fala, engajar através de uma rede forte e capacitar através de conteúdo. Hoje promovemos a primeira a atividade da She’sTech Academy, com o workshop de Kanban da Thaisa Fernandes, e esse é só o início do nosso trabalho”, afirmou.

Ciranda continuou a palestra expondo fatos que mostram a dificuldade que as mulheres passam quando tentam ingressar nesse mercado. “Noventa por cento das startups são de homens. É o caso das portas de vidro, uma expressão usada para expressar o desafio que as mulheres têm de alcançar cargos altos”, explicou.

O objetivo da She’sTech é quebrar padrões e desconstruir tabus sociais. A ajuda entre as mulheres é fundamental para alcançar essa meta. Havendo o interesse, é possível entrar em contato preenchendo um formulário disponível no site, por email (ciranda@shestech.org) ou pelo grupo do Facebook.

Workshop
O workshop trouxe uma dinâmica interativa que buscou mostrar aos participantes a diferença na produtividade de cada um quando se prioriza uma tarefa ao invés de muitas ao mesmo tempo. Por meio de um exercício com moedas, eles puderam entender na prática essa teoria.

Num segundo momento, o público realizou uma atividade seguindo a metodologia Kanban, usando post-its e canetas coloridas. As cores ajudam na visualização rápida e na assimilação, o que facilita ainda mais o processo. É um método simples, mas muito útil e que traz um maior rendimento e desenvolvimento das pessoas ou empresas.

Veja mais fotos do evento (passe o mouse sobre a foto):

She's Tech

registrado em: