Você está aqui: Página Inicial / Engenharia Biomédica / Apresentação

Apresentação

Por meio de uma abordagem prática e uma estrutura multidisciplinar moderna, composta pelas áreas de exatas, saúde e empreendedorismo, o curso de Engenharia Biomédica prepara profissionais capazes de atuar no desenvolvimento, manufatura e manutenção de diferentes equipamentos médico-hospitalares, produtos biomédicos e próteses, bem como na gestão de infraestrutura hospitalar.

 

Objetivos do curso

O objetivo do curso de Engenharia Biomédica é proporcionar uma formação básica e generalista fundamentada, com elevada capacidade de comunicação, atuação em equipes multidisciplinares e liderança para resolução de problemas, não se restringindo apenas à sua formação técnica, mas com postura crítica e ética, consoante com sua profissão de engenheiro.

Junto a isto, o curso desenvolve sólidos princípios éticos, bioéticos e científico-técnicos aos formandos, lhes possibilitando atuar de forma eficaz em todas as interfaces entre a engenharia, a tecnologia e a saúde,  contribuindo no desenvolvimento e na melhoria de  processos terapêuticos, de diagnostico, de suporte à vida e de reabilitação.  

 

Áreas de atuação / mercado de trabalho

O profissional formado em Engenharia de Biomédica atua no desenvolvimento e na manutenção de equipamentos médicos, biomédicos e odontológicos, voltados para tratamento, diagnóstico e prevenção de doenças.

No Brasil, o mercado para a engenharia biomédica é novo e em rápida expansão, especialmente nesse contexto de pandemia. Além de contar com uma estrutura médico-hospitalar composta por mais de 6700 hospitais e centena de milhares de clínicas e laboratórios clínicos, o País conta com empresas que desenvolvem e fabricam equipamentos médicos, laboratoriais e odontológicos.

Em função da versatilidade do curso, o engenheiro biomédico também é capaz de exercer cargos de gestão em instituições de saúde, gerenciando processos e profissionais relacionados com a compra, instalação, treinamento, uso e manutenção de equipamentos. Ainda, o profissional pode trabalhar na área acadêmica, desenvolvendo pesquisas e lecionando em faculdades e universidades.