Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Izabela Hendrix obtém 52 estrelas no Guia Estadão 2020

Izabela Hendrix obtém 52 estrelas no Guia Estadão 2020

Instituição conquista 10 estrelas a mais em comparação à edição de 2019
Izabela Hendrix obtém 52 estrelas no Guia Estadão 2020

O Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix conquistou 52 estrelas no Guia da Faculdade Estadão-Quero Educação 2020, que avaliou mais de 14 mil cursos superiores no Brasil. É a segunda edição do ranking, elaborado em parceria entre o jornal O Estado de São Paulo e a Quero Educação, uma das principais startups da área educacional do País. São levados em conta critérios como proposta curricular dos cursos e qualidade do corpo docente.

Neste ano, o Izabela teve 16 cursos estrelados, 4 dos quais com 4 estrelas e 12 com três (veja lista abaixo). O Izabela supera, assim, a boa performance já exibida no ano passado, quando conquistou 42 estrelas distribuídas em 13 cursos, sendo 3 com quatro estrelas e outros 10 com três.

4 estrelas: 

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Direito
  • Pedagogia
  • Teologia

3 estrelas:

  • Administração
  • Biomedicina
  • Ciências Biológicas - Bacharelado
  • Ciências Biológicas - Licenciatura
  • Ciências Contábeis
  • Educação Física - Licenciatura
  • Educação Física - Bacharelado
  • Enfermagem
  • Engenharia Ambiental e Sanitária
  • Engenharia Civil
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia

 

Como é feita a avaliação

O Guia Estadão-Quero Educação utiliza metodologia conhecida como “avaliação por pares”. A equipe atua como um instituto de pesquisa, colhendo a opinião este ano de 9 mil de professores que atuam no ensino superior. Resumidamente, as principais etapas são:

Participação das instituições

Todas as instituições de ensino superior cadastradas no Ministério da Educação (universidades, centros universitários, faculdades e institutos) são convidadas para fazer parte do ranking.

Cursos avaliados

A partir de 2020, tanto cursos da modalidade presencial como a distância passaram a ser avaliados, porém seguindo critérios como as cidades nos quais são oferecidos. Caso a IES ofereça o mesmo curso em diferentes unidades em uma mesma cidade, apenas o curso mais antigo da instituição naquela cidade é avaliado.

Informações utilizadas

O coordenador de cada curso avaliado recebe questionário no qual pode apresentar as principais características da sua graduação, com foco em três aspectos:

  • Características da proposta de ensino do curso
  • Perfil dos professores vinculados ao curso
  • Condições de materiais e equipamentos oferecidos

Avaliadores e notas

São mais de 9 mil coordenadores e professores do ensino superior brasileiro que se cadastraram para atuar como avaliadores do Guia da Faculdade. É um trabalho voluntário, sem remuneração. Eles são convidados a dar três notas (de 1 a 5) para cada curso:

  • Para a qualidade do projeto pedagógico
  • Para a qualidade do corpo docente
  • Para a qualidade da infraestrutura
  • Cada curso é distribuído para a avaliação de seis professores
  • Caso um curso não receba pelo menos quatro notas dos avaliadores, é considerado como “sem nota” na avaliação

Resultado final

A maior e a menor notas recebidas por curso são descartadas. O resultado numérico do curso em 2020 é a média das notas intermediárias restantes. O resultado numérico de 2020 (com peso 2) é somado ao resultado numérico do ano anterior (peso 1) para se extrair o resultado numérico final de cada curso. O resultado numérico final é transformado em estrelas.

  • 5 estrelas (excelente)
  • 4 estrelas (muito bom)
  • 3 estrelas (bom)
  • Não estrelado
  • Sem notas

Acompanhe aqui mais detalhes do Guia da Faculdade Estadão-Quero Educação 2020.

Veja como foi o desempenho do Izabela Hendrix em 2019.