Você está aqui: Página Inicial / Ciências de Dados / Notícias / Curso de Ciências de Dados realiza pesquisa sobre acidentes de trânsito fatais

Curso de Ciências de Dados realiza pesquisa sobre acidentes de trânsito fatais

Curso de Ciências de Dados realiza pesquisa sobre acidentes de trânsito fatais

Discentes do curso de Ciências de Dados do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizaram um projeto interdisciplinar com o auxílio do professor e coordenador, Neylson Crepalde. O assunto abordado foi segurança pública no que diz respeito a acidentes de trânsito.

Os alunos analisaram dados da Prefeitura de Belo Horizonte sobre acidentes fatais que ocorrem no trânsito levando em conta a identidade do motorista, o sexo e o local da colisão. O estudo, que teve caráter explanatório, visou apontar em que cidades da capital acontecem mais batidas de veículos que resultam em óbito de passageiros e pedestres.

Os estudantes ainda buscaram partir da problemática de que mulheres dirigem pior do que homens para desenvolver a pesquisa. Eles examinaram a proporção de motoristas dos sexos feminino e masculino, adquiridas diretamente no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e compararam com a proporção de acidentes fatais, também relacionadas ao gênero.

O resultado mostrou que homens estão mais envolvidos em acidentes no trânsito do que mulheres. O coordenador Neylson comentou a respeito dessa questão. “A proporção foi muito desigual e foi provado que essa teoria de que homem dirige melhor que mulher está errada”, explicou.

O projeto foi desenvolvido pelos alunos e Neylson explicou um pouco sobre como ele foi realizado. “Eles escolheram o tema, delinearam a problemática, trataram a base, elaboraram o relatório e o banner e fizeram a apresentação”, disse.

A ideia da graduação, que é a primeira do Brasil, é estimular os alunos a trabalharem, desde o primeiro semestre, as competências adquiridas ao longo do curso.