Você está aqui: Página Inicial / Ciências de Dados / Notícias / Curso de Ciências de Dados sedia ‘MeetUp: Machine Learning Experience’

Curso de Ciências de Dados sedia ‘MeetUp: Machine Learning Experience’

Curso de Ciências de Dados sedia ‘MeetUp: Machine Learning Experience’

O curso de Ciências de Dados do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix sediou, no dia 3 de setembro, mais uma edição do MeetUp: Machine Learning Experience. O evento teve como abordagem a Inteligência Artificial, comunidade Data Science e Machine Learning.

O coordenador do curso de Ciências de Dados, professor Neylson Crepalde, ressaltou que o público tem comparecido e se interessado pelo evento e explicou como é importante que seja sediado na Instituição. “O Machine Learning Experience é um MeetUp já consolidado e que conta com um grupo grande de inscritos. As pessoas se reúnem com frequência para discutir sobre Machine Learning com representantes de empresas, o que é muito legal. O fato de acontecer no Izabela Hendrix é motivo de comemoração, porque trás algo que está no centro da discussão dos novos cursos de tecnologia da Instituição, principalmente, o de Ciências de Dados. Além disso, MeetUp está sob a coordenação do nosso aluno Túlio Vieira, que trabalha na área de Ciências de Dados na empresa A3 Data, que é sólida no mercado e parceira do Izabela”, pontuou.

O estudante do 3º período do curso de Ciências de Dados e coordenador do MeetUp, Túlio Vieira, comentou como o evento é importante dentro da área de Machine Learning em Belo Horizonte. “O MeetUp ocorre de forma periódica e é focado na comunidade de Data Science e Machine Learning. O propósito é  disseminar o conhecimento, pois nessa comunidade precisa-se de pessoas que desenvolvam coisas significativas e projetos na área”, disse.

Túlio ainda falou como participar desse tipo de iniciativa ajuda a complementar a formação acadêmica e profissional. “A graduação forma até certa parte, mas o aluno também precisa buscar e caminhar. E isso é muito interessante para nós, enquanto estudantes, porque contribui para fazer o link com o mercado, networking, conhecer pessoas e projetos diversos que abrem o leque na vida acadêmica e no mercado de trabalho. Dessa forma, trabalhar na área e no MeetUp, me ajudam a desenvolver essas conexões e adquirir aprendizado”, explicou.

Smarttbot

O evento contou com a presença do engenheiro de pesquisa e desenvolvimento da empresa de dados Smarttbot, Hugo Pinto, que ressaltou como a temática é interessante para que os adeptos do conhecimento em Machine Learning consigam estar por dentro do conteúdo e como funciona a área. “É instigante para a comunidade que gosta de dados e Machine Learning, porque dentro desse campo se tem front-end, back-end e startup. Na perspectiva do Machine Learning, vou falar sobre mercado financeiro, robôs investidores, funcionamento da automatização, que é um pouco do que faço na Smarttbot”, contou.

Sobre o trabalho feito na Smarttbot, Hugo falou que a automatização de investimento consiste em facilitar o dia a dia das pessoas. “O investimento pode ser feito por qualquer pessoa só que de forma automatizada. Então, não é preciso se preocupar em ficar verificando o dia inteiro, pode ir para o trabalho que o investimento continua sendo feito. O objetivo é levar isso para o investidor de varejo, pois, o investimento hoje não é somente para grandes bancos e fundos, está ao alcance de todo mundo”, finalizou.

O evento ocorreu na sala Multimídia 1 e foi aberto para o público externo.