Você está aqui: Página Inicial / Biomedicina / Notícias / Egresso de Biomedicina é aprovado em mestrado da Universidade Federal de São Paulo

Egresso de Biomedicina é aprovado em mestrado da Universidade Federal de São Paulo

Filipe Andrade se dedicará à pesquisa de doenças renais
Egresso de Biomedicina é aprovado em mestrado da Universidade Federal de São Paulo

Filipe Andrade, graduado em Biomedicina no Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix em 2016, foi aprovado no Mestrado da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Andrade ingressará no mestrado acadêmico em doenças renais, exclusivamente Nefropatia Diabética, do Departamento de Medicina – Nefrologia da Instituição, em coparticipação com o Instituto de Ciências Biomédicas – Departamento de Imunologia da Universidade de São Paulo.

A Unifesp é uma das melhores universidades públicas do País e uma das poucas brasileiras a conquistar nota máxima nos índices do Ministério da Educação (MEC) em 2017. O estudante ressalta o papel do Izabela nessa conquista: “Sou muito honrado de ter sido aluno do Izabela Hendrix que possui um ensino de excelência e professores altamente gabaritados que me ajudaram a conquistar meus objetivos durante a graduação e sempre me incentivaram a buscar o melhor”.

“O Filipe sempre foi um aluno interessado e participou ativamente nos projetos de extensão de Biomedicina que o ajudaram muito em seu progresso no curso, desenvolvendo habilidades de comunicação, trabalho em equipe, e contribuindo também para competência didática”, comenta Adriana Rodrigues Tristão, docente da graduação.

Incentivo à pesquisa

A professora explica que no Izabela, os universitários são estimulados à realização de pesquisa desde o primeiro semestre por meio de Trabalhos Integrados. Do 1º ao 4º período, os estudantes apresentam suas pesquisas de forma escrita e por meio de apresentação de posters.

“Nos 5° e 6º períodos, os alunos desenvolvem artigos científicos e também apresentam oralmente para banca avaliadora. Já no 7º período eles fazem o projeto do trabalho de conclusão de curso, que é avaliado por uma banca, e no 8º defendem o Trabalho de Conclusão de Curso. Assim, os alunos de Biomedicina são incentivados a trabalhar com pesquisa em todos os períodos”, diz.

Além disso, os Ciclos de Palestras de Biomedicina, com a participação de mestres e doutores, discutem pesquisas que estão sendo desenvolvidas e temas atuais em diversas áreas de interesse do profissional biomédico.

Saiba mais sobre Biomedicina no Izabela Hendrix.