Você está aqui: Página Inicial / Biomedicina / Notícias / Biomedicina realiza palestras e minicurso sobre mercado de trabalho e pesquisa

Biomedicina realiza palestras e minicurso sobre mercado de trabalho e pesquisa

Os eventos integram o XVI Ciclo de Palestras do curso e contam com a participação de profissionais da área

Com o objetivo de trazer para o debate temas relacionados ao dia a dia do biomédico, o curso de Biomedicina do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizou, nos dias 23, 24 e 26 de maio, o XVI Ciclo de Palestras com a participação de profissionais da área.

O objetivo do evento é dar aos alunos uma oportunidade de conhecer melhor as possibilidades da Biomedicina, seja na pesquisa ou no mercado de trabalho. Esta última edição reuniu profissionais para discutir os temas “Biomedicina – as possibilidades no mercado de trabalho” e “Papel do biomédico na pesquisa científica”. No dia 26, os alunos participaram também do minicurso “Circulação Extracorpórea”.

A coordenadora do curso, professora Rafaela Oliveira, falou sobre a necessidade de se discutir temas relativos à carreira com os alunos do Izabela Hendrix. “O evento é de extrema importância, pois atualiza os alunos para o mercado de trabalho. Os palestrantes trazem novidades e novas perspectivas, além da oportunidade de terem contato com profissionais experientes e qualificados”, explicou.

Palestras
No dia 23 de maio, o biomédico Guilherme Mello falou sobre as possibilidades que o mercado oferece para os profissionais da área. Na palestra, Guilherme explicou os diversos campos de atuação para o profissional, como análises clínicas, auditoria, assessoria científica, genética, biomedicina estética, reprodução humana e outros.

Trabalhando com análises clínicas há alguns anos, Guilherme falou aos alunos do Izabela a sobre a necessidade de se ampliar as áreas de conhecimento. “Descubram as novas áreas, as novas opções do mercado. Não foquem apenas nas análises clínicas, mas abram a mente e busquem conhecimentos diversos”, afirmou.

Nesse sentido, Guilherme falou também sobre a Assessoria Científica, que é um campo promissor para os profissionais formados na área. Ainda segundo ele, a Assessoria Científica disponibiliza profissionais com amplo conhecimento e experiência na bancada e na área técnica. O suporte científico ajuda na formação da equipe e no zelo pelo bom funcionamento dos produtos distribuídos, exames, validações de equipamentos e treinamentos na área de diagnóstico. Guilherme o falou ainda sobre as demais área de atuação e alta demanda por profissionais nos segmentos de estética e diagnóstico por imagem.

Guilherme falou também sobre o perfil que o biomédico precisa ter para atuar nos diversos segmentos da profissão e destacou alguns elementos fundamentais para se sobressair no mercado de trabalho. “Para ser um biomédico bem-sucedido o profissional precisa ter algumas características fundamentais, como a boa comunicação, facilidade para o trabalho de equipe, comprometimento, estar sempre em busca de ideias inovadoras e atento às novidades tecnológicas, além de uma enorme disposição para conhecer as realidades e desafios da profissão”, finalizou.

Já no dia 24 de maio, o tema do debate foi o papel do biomédico na pesquisa, com o palestrante Jorge Gomes, que é biomédico, atua na Biotecnologia e Biologia Celular e Molecular, e é egresso do Izabela Hendrix. Na palestra, ele explicou a diferença entre iniciação científica, mestrado e doutorado. Jorge também relatou as oportunidades que o biomédico tem de atuar como pesquisador nas instituições de ensino, empresas, laboratórios e indústrias. Além das áreas de atuação, Jorge falou sobre a importância do estágio supervisionado e dos projetos de pesquisa e extensão realizados durante a graduação para a formação do profissional.

No dia 26 de maio, os alunos participaram do minucurso “A Circulação Extracorpórea”, com o Perfusionista Sérgio Luis de Jesus. Sérgio, que é egresso do curso de Ciências Biológicas do Izabela Hendrix, falou sobre a Perfusão, que é uma das atividades que pode ser exercida pelo biomédico. De acordo Sérgio, a área está em plena expansão e, por isso, faz-se necessário qualificar profissionais para atuar em centros cirúrgicos ou em tratamentos.

O XVI Ciclo de Palestras de Biomedicina contará ainda com uma palestra com a biomédica Thalita Souza Arantes, que estuda vírus como, por exemplo, o Tupanvírus. O evento será realizado no dia 13 de junho, às 17h30, na sala de multimídia 04.


registrado em: ,