Você está aqui: Página Inicial / Engenharia / Engenharia de Produção / Notícias / Egressas de Engenharia de Produção publicam TCC em revista internacional

Egressas de Engenharia de Produção publicam TCC em revista internacional

por Raissa Melo Ferreira publicado 22/03/2018 10h39, última modificação 22/03/2018 10h39
Artigo foi divulgado em português e inglês no periódico da UFF
Egressas de Engenharia de Produção publicam TCC em revista internacional

Formadas em Engenharia de Produção em dezembro de 2016, apenas no início de 2018 Francielly Sâmara Teixeira e Regilaine Alvarenga de Barros, de 26 anos, tiveram a resposta que tanto aguardavam: a aprovação e publicação de seu trabalho de conclusão de curso (TCC) em um importante periódico acadêmico internacional – a Revista Eletrônica Sistemas & Gestão (Electronic Journal of Management & System) da Universidade Federal Fluminense (UFF).

As egressas do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix contam que submeteram o artigo logo após a aprovação do TCC com a instrução do orientador Tiago Gontijo. “Como essa Revista é bastante renomada e a quantidade de artigos aguardando avaliação é grande, somente em janeiro de 2018 o nosso artigo passou por avaliação e foi aprovado para submissão sem necessidade de correções adicionais. Para nós, esta publicação é a valorização de um trabalho desenvolvido com muita dedicação e foco que nos proporcionaram um reconhecimento imensamente merecido”, relatam as profissionais.

O orientador do trabalho ressalta a importância da conquista e dos esforços do Izabela para que os universitários divulguem a produção científica produzida nas graduações: “A política de incentivo às publicações científicas, bem como a internacionalização do Izabela Hendrix motivaram as egressas a publicar os resultados do TCC, tanto em português, quanto em inglês”.

O artigo trata de um estudo de caso em uma empresa do setor de trefilaria onde foi detectada a ocorrência de diversas perdas no processo produtivo que causavam prejuízos e retrabalhos. “A partir deste problema de pesquisa, definimos que o objetivo do trabalho seria identificar e propor um plano de ação para minimizar a perda de maior representatividade”, explicam. Assim, as engenheiras estudaram os motivos dos prejuízos e identificaram formas de prevenir este problema, porém devido à abrangência do trabalho, o projeto não foi implantado na empresa, apenas foram propostas medidas preventivas.

“Desenvolvemos uma maior habilidade em fazer análise crítica de um processo utilizando ferramentas e práticas adquiridas ao longo do curso. Gostamos muito de ter estudado no Izabela, pois a Instituição conta com professores ótimos que agregaram e muito o nosso conhecimento através de suas metodologias de ensino, bem como por meio do compartilhamento de experiências vividas em suas respectivas áreas de atuação. Além disso, vários trabalhos que desenvolvemos proporcionaram novas experiências e grande aprendizado”, dizem as egressas.

Confira o artigo clicando aqui.

registrado em: