Você está aqui: Página Inicial / Psicologia / Notícias / Terceiro dia da Semana de Psicologia reflete a inclusão por meio do esporte

Terceiro dia da Semana de Psicologia reflete a inclusão por meio do esporte

Terceiro dia da Semana de Psicologia reflete a inclusão por meio do esporte

O Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizou no terceiro dia da Semana de Psicologia, dia 28 de agosto, uma intervenção com o tema “A experiência do psicólogo no processo de inclusão: aprendizagens, emoções e sentimentos”. O evento ocorreu nas quadras poliesportivas do Instituto e foi ministrado pela coordenadora do curso de Educação Física, professora Flávia Temponi.

A professora falou sobre a temática da atividade que permitiu aos estudantes de psicologia entender as possibilidades de inclusão por meio do esporte. “A ideia da intervenção é pensar em um processo de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade e, para isso, percebo que a função do psicólogo é muito importante para incentivar e mostrar as possibilidades que o esporte pode proporcionar”, disse.

Flávia também comentou sobre os benefícios que atividades como o futebol sentado e futebol guiado podem oferecer aos portadores de necessidades especiais. “Práticas como essas proporciona momentos de alegria e permitem que o fator fisiológico do corpo libere hormônios como a dopamina e, assim, aumente a sensação de prazer. Além da socialização, o esporte melhora também as questões funcionais e a qualidade de vida. Portanto, é interessante que os alunos vivenciem e tenham as suas próprias experiências realizando essas atividades”, explicou.

Flávia ressaltou a importância dos estudantes fazerem um intercâmbio de disciplinas para construir um conhecimento do ser humano como um todo. “O ser humano não é feito apenas de emoções e sentimentos ou aspectos fisiológicos e mecânicos, ele vai além. Portanto, por meio da formação multidisciplinar, os alunos podem obter uma noção geral de que o ser humano é multifacetado e experimentar essa vivência com outros profissionais. Dessa forma, abre-se o campo de atuação e de indicação para atividades que seu possível paciente possa ter”, finalizou.

A proposta da atividade acadêmica foi sair da lógica de consultório e mostrar possibilidades de atuação e até mesmo de intervenção do psicólogo.