Você está aqui: Página Inicial / Psicologia / Notícias / Valorização da vida é tema do último dia da Semana da Psicologia

Valorização da vida é tema do último dia da Semana da Psicologia

Valorização da vida é tema do último dia da Semana da Psicologia

Discutindo temas relacionados ao campo da saúde mental, a Semana da Psicologia do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix encerrou o cronograma de atividades no dia 29 de agosto. Com a palestra "Valorização do viver, prevenção e posvenção do suicídio: lugar para múltiplas psicologias", ministrada pela psicóloga Nadja Lappann, o curso deu início à campanha do Setembro Amarelo. A discussão contou com a participação da coordenadora do curso, professora Juliana Souza, e do professor da Instituição, José Aparecido de Oliveira.

O objetivo da palestra foi trabalhar a temática de prevenção e posvençao do suicídio e como o psicólogo pode intervir diante uma situação de sofrimento psíquico, pensando na promoção da vida. A aula foi aberta a toda a comunidade acadêmica com a finalidade de levantar a reflexão sobre alguns mitos que existem sobre o assunto.

A coordenadora do curso de Psicologia, professora Juliana Souza, ressaltou a necessidade de discutir o tema com os psicólogos em formação. “Debater o assunto é fundamental. O compromisso do psicólogo é sempre com a vida, devemos sempre falar sobre as estratégias de prevenção e destacar a importância do tema não apenas no Setembro Amarelo, mas em todo o tempo”, comentou.

Em sua palestra, a psicóloga e pesquisadora Nadja Lappann, definiu o suicídio como um fenômeno complexo e ainda e silenciado. “Estudos mostram que o suicídio se configura no Brasil e no mundo como uma epidemia silenciosa. Falar sobre a valorização da vida é o começo de um processo de prevenção de uma morte revestida de grandes tabus, portanto, precisamos ter sensibilidade ao falar e dar visibilidade a esse sofrimento”, declarou.

Nadja falou ainda sobre a posição assumida pelos profissionais da área no que se refere ao  tema. “Hoje os psicólogos em formação têm um compromisso com a vida e abordar a temática é falar sobre o cumprimento de seu papel como profissional da saúde”, completou.

Segundo o professor José Aparecido de Oliveira a instituição assume um papel importante ao promover a discussão da valorização da vida. “É importante debater o tema, trazer especialistas, para que possamos cumprir nosso papel, principalmente dando apoio e suporte para aqueles que, eminentemente, possam estar enfrentando alguma crise existencial, algum pensamento suicida ou depressivo”, ressaltou.

Setembro Amarelo

Dando continuidade às atividades do Setembro Amarelo, o curso de Psicologia realizará um ato simbólico na Instituição no dia 23 de setembro, às 18h30, na Portaria da Rua da Bahia. Para saber mais sobre a ação clique aqui.