Você está aqui: Página Inicial / Ciências Biológicas / Notícias / Ciências Biológicas promove mais uma edição da Semana da Biologia

Ciências Biológicas promove mais uma edição da Semana da Biologia

O evento, que já é uma tradição do curso, chegou à sua 6ª edição consecutiva
O curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix realizou nos dias 4, 5 e 6 de junho a 6ª edição da Semana da Biologia. O evento, que já é uma tradição na instituição, visa proporcionar aos estudantes um momento de atualização acadêmica, de revisão de conceitos práticos e teóricos e ainda promover o networking com os profissionais da área. Este ano, a Semana contou com a realização de uma palestra e três cursos abertos a todos os alunos de Ciências Biológicas.
 
Para a coordenadora do curso professora Danielle Marciano, a semana é uma oportunidade única para os alunos agregarem conhecimentos específicos sobre os diversos ramos da profissão. “É um momento muito rico para os alunos. É uma oportunidade para que tenham uma conversa afinada com os profissionais da área, de se atualizarem e estarem sempre em busca de inovação”, explicou.
 
Este ano, o tema da palestra de abertura teve como tema “Empreendedorismo na Biologia” e foi ministrada pelo biólogo egresso do Izabela, Bruce Amir Dacier Lobato de Almeida. Bruce é Consultor Ambiental e sócio na Gaia Consultoria Ambiental e atua como Conselheiro no Conselho Regional de Biologia (CRBio-04).
 
De acordo com a professora Danielle, o tema empreendedorismo foi escolhido para o debate, pois, além de promover o diálogo entre o CRBio e os estudantes, é cada vez mais comum entre os profissionais da área. “Por ser um assunto frequente, desde 2017, o curso do Izabela Hendrix incluiu na grade curricular disciplinas que abordam essas áreas de conhecimento”, explicou.
 
Empreendedorismo
O tema empreendedorismo na biologia surgiu da necessidade que os profissionais da área começaram a ter para gerenciar seus negócios. De acordo com Bruce, existem muitas questões administrativas no dia a dia de uma empresa e o profissional que é formado em Ciências Biológicas não tem o preparo necessário para enfrentar esse cotidiano.
 
Diante disso, surgiu uma demanda para que essa lacuna fosse preenchida ainda durante a graduação. “Criar uma empresa exige conhecimentos extracurriculares que não são ensinados na sala de aula. O profissional termina a graduação com a base técnica, mas não tem formação administrativa”, explicou.
 
Nesse sentido, o CRBio e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG) criaram, em 2017, o curso de “Gestão e Empreendedorismo para Biólogos”, que visa oferecer capacitação para as demandas apontadas pelos próprios profissionais. Segundo Bruce, o curso é importante, pois dá ao profissional a segurança necessária para gerenciar seu negócio. “Quando você tem uma empresa de consultoria ambiental, por exemplo, é preciso pensar na gestão do negócio, da empresa, do orçamento, de funcionários, de projetos. Além disso, ainda têm as questões relativas aos impostos, custos e lucros e a parte burocrática, como registros, alvarás e licenças. Se o profissional não tem esses conhecimentos, gerenciar um negócio pode ser um grande desafio”, finalizou.
 
Cursos
Além da palestra sobre empreendedorismo, três cursos foram disponibilizados para os alunos de Ciências Biológicas. Os temas dos cursos foram: “O intrigante mundo das galhas”, “Animais silvestres e a relação com os humanos” e “Biologia das abelhas nativas e meliponicultura urbana”. Saiba mais sobre os cursos:
 
  • O intrigante mundo das galhas: com carga horária de 15 horas, o curso foi realizado pelo Grupo Galhas da Universidade Federal de Minas Gerais. Com o objetivo de levar conhecimento sobre a interação inseto-planta, o curso usou de exposições teóricas e práticas para abordar temas como os padrões de galhas nas diferentes fitofisionomias do Brasil. As atividades práticas do curso foram realizadas no Laboratório de Botânica, onde os alunos puderam conhecer a técnica por meio de atividades práticas como os processos de dissecação, coloração histológica/histoquímica e apresentação de resultados com montagem de pranchas.
  • Animais silvestres e a relação com os humanos: oferecido pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas/IBAMA) e pelo Waita Instituto de Pesquisa e Conservação, o curso teve carga horária de 10 horas. A ideia foi proporcionar aos alunos um contato com aspectos sobre tráfico, conflitos, posse ilegal de animais silvestres e a atuação de instituições que lutam por mudança nessa situação. Em três dias de curso, foram seis palestras dinâmicas com muitas discussões sobre o tema. Os alunos puderam entender melhor o papel do biólogo no combate ao tráfico e posse ilegal de animais silvestres. 
  • Biologia das abelhas nativas e meliponicultura urbana: com carga horária de 4 horas, o curso foi ministrado pelo egresso de Biologia do Izabela Hendrix, Claudio Estevam. O objetivo do curso é dar aos alunos a oportunidade de entender as características e diversidades das abelhas nativas. Durante o curso, foram muitas discussões e exposições práticas sobre o tema. De forma dinâmica os alunos tiveram contato com as colônias, caixas de manejo e aprenderam a confeccionar iscas. Temas como ninhos, casta, regulação social e divisão de trabalho, comunicação social, fecundação da rainha, manutenção e defesa da colônia, polinização e inimigos naturais foram abordados em detalhes no curso.

 Veja mais fotos da visita (passe o mouse por cima da foto).

Semana da Biologia