Você está aqui: Página Inicial / Direito / Notícias / Projeto de pesquisa e extensão do Izabela promove ação para ajudar comunidade Quilombola

Projeto de pesquisa e extensão do Izabela promove ação para ajudar comunidade Quilombola

Projeto de pesquisa e extensão do Izabela promove ação para ajudar comunidade Quilombola

O curso de Direito do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix iniciou um projeto de extensão voltado para a Comunidade Quilombola Cachoeira dos Forros, de Passa Tempo/MG. O projeto tem como objetivo estudar a propriedade industrial e intelectual e promover ações para fomentar o desenvolvimento da comunidade e a aprendizagem dos alunos de Direito do Izabela Hendrix. 

A professora do curso de Direito e idealizadora do projeto, Carine Diniz, falou sobre a importância do trabalho. “É uma comunidade rural que procura regularizar a sua produção para comercializar o que vem do seu plantio. Os alunos estão adquirindo conhecimento a respeito da importância da preservação da cultura e costume quilombolas, além disso, participaram diretamente de todo procedimento de reconhecimento da marcas de seus produtos cultivados”, pontuou. 

A comunidade Quilombola Cachoeira dos Forros situa-se no Campo das Vertentes, região Oeste de Minas Gerais, e pertence ao município de Passa Tempo. Atualmente, cerca de 92 famílias residem  no quilombo e, em sua grande maioria, sobrevivem da agricultura familiar e tiram seus sustentos do cultivo de pequenas plantações como da cultura de pimentas, mandioca, feijão e pequenos pomares. Outra fonte de renda familiar é a produção caseira de quitandas e doces de frutas. 

Os projetos

Atualmente, o projeto auxilia a Comunidade Quilombola a adquirir a sua independência financeira e reconhecimento cultural, além de promover o empoderamento feminino, a sustentabilidade e o acesso à tecnologia. O trabalho, que é realizado junto aos alunos do curso de Direito, Biologia e Engenharia de Produção, do Izabela Hendrix e sob a coordenação da professora Carine Diniz, executa três sub-projetos para inclusão da comunidade. Saiba mais: 

Propriedade Industrial e Intelectual - Função social, econômica, jurídica e técnica no mundo globalizado
O projeto tem como objetivo estudar a propriedade industrial e a propriedade intelectual, com intuito de criar literatura apta a promover o conhecimento pelos docentes e discentes do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e dos procedimentos legais que deverão ser cumpridos para a efetivação da proteção de obras ou inventos do criador, inventor e autor. Dentro deste projeto se destacam: 

- Produção coletiva de quitandas gerando renda, autonomia, inclusão e empoderamento de mulheres e jovens quilombola: o projeto tem como foco propiciar inclusão produtiva, autonomia, empoderamento com valorização da cultura, aumento da renda familiar e melhoria da qualidade de vida de mulheres e jovens do Quilombo de Cachoeira dos Forros. Para tanto, será criada cooperativas dos produtos quilombolas, bem como será construída a rede para o funcionamento da padaria. Para o levantamento de recursos, o projeto de pesquisa de extensão, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Minas Gerais (Emater), apresentou o projeto à economia solidária e aguarda resultado da convocação. 

- Campo de Produção de Sementes Crioulas com o Resgate da Produção da Semente do Arroz Vermelho do Quilombo de Cachoeira dos Forros Passa Tempo/MG: o projeto tem como objetivo resgatar mudas e sementes crioulas, em especial o arroz vermelho quilombola, para reprodução em campos de produção de sementes, de forma orgânica, para posterior distribuição entre agricultores familiares e povos tradicionais do quilombo de Cachoeira dos Forros, promovendo inclusão produtiva e sócia econômica desta comunidade, por meio da criação de cooperativa.

- Desafio Conexsus: o quilombo foi selecionado para participar do Desafio Conexsus que promove a capacitação de investidores para projetos associados a produção sustentável.  O projeto foi apresentado junto ao Ministério da Justiça e aguarda convocação. O Desafio Conexsus ocorrerá em 2019 e terá a participação do quilombo no ciclo de Desenvolvimento de Negócios Comunitários Sustentáveis por intermédio do projeto de pesquisa.

 O Quilombo em Minas Gerais  

A comunidade de Cachoeira dos Forros, localizada em Passa Tempo/MG, atualmente, possui a certidão de atestado de comunidade remanescente de quilombo emitida pela Fundação Palmares e processo junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) para elaboração do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID). Destaca-se que já ocupam estas terras há mais de quatro gerações, tendo a sua posse mansa e pacífica. Ressalta-se, que a grande maioria das terras quilombolas do Estado de Minas Gerais não pertence aos seus ocupantes remanescentes de quilombos, sendo esta, inclusive, a situação da comunidade em questão.

Veja mais sobre o projeto (passe o mouse sobre a foto). 

Projeto de Pesquisa e Extensão do curso de Direito - Quilombo