Você está aqui: Página Inicial / Direito / Observatório de Direitos Humanos

Observatório de Direitos Humanos

Durante certo tempo o Observatório de Direitos Humanos funcionou como Agência no CEUNIH.

 

Todavia, buscando dar maior dinamicidade à suas ações, foi reformulado seu formato, passando a ser Observatório de Direitos Humanos, para configurar-se como referência aglutinadora e promotora de iniciativas e serviços acadêmicos ligados à formação em Direitos Humanos no âmbito do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix.

 

O Observatório de Direitos Humanos atua promovendo ações que buscam o fortalecimento dos direitos humanos na formação do alunado, ao mesmo tempo que propicia oportunidades de ação para transformação da realidade social, fundado no fortalecimento da dignidade da humana, igualdade de direitos, transversalidade, vivência e globalidade e sustentabilidade socioambiental.

 

Para efetivar tais ações, há uma agenda extraordinária, com oferecimento de atividades para além dos programas formais, vinculadas ao Observatório de Direitos Humanos e definidas a partir de demandas institucionais. 

 

O objetivo dessa agenda de Direitos Humanos é criar aderência da comunidade acadêmica à missão educacional institucional, especialmente a inclusão e a responsabilidade social. Nesses últimos anos, destaque para as seguintes atividades:

  • Cursos de formação em direitos humanos para funcionários;
  • Feira de Economia Solidária – em parceria com movimentos sociais;
  • Cursos de formação em direitos humanos para estudantes do ensino Médio no colégio metodista, tanto Praça da Liberdade quanto Fazendinha;
  • Grupos de estudos sobre Direitos Humanos com alunos do centro universitário, especialmente do Direito;
  • Grupos de estudos sobre violência com professores/as do centro universitário;
  • Organização de Congresso de Direitos Humanos no âmbito do NGSH, reunindo lideranças locais e nacionais;
  • Palestras diversas sobre temáticas relacionadas a Direitos Humanos oferecidas em Jornadas e Semanas Acadêmicas dos diversos cursos (Violência Social; Relações de Gênero; Negritude e racismo; Homossexualidade e preconceito; Mídia e direitos; Crise de Moradia; Crise do sistema prisional; Aborto; etc);
  • Cursos e Encontros de Formação com estudantes bolsistas por demanda Comunitária e por demanda socioeconômica;
  • Campanhas internas de popularização das atividades desenvolvidas na instituição, especialmente com as entidades conveniadas;
  • Articulação da disciplina Direitos Humanos nos cursos do NGSH;
  • Orientação de monografias de TCC no âmbito dos Direitos Humanos.

 

Essas ações representam momentos de apreensão dos conhecimentos construídos sobre direitos humanos, com a afirmação de valores, atitudes e prática sociais que expressam a cultura nos espaços da sociedade, promovendo a formação de uma consciência cidadã no alunado presente nos diversos níveis de aprendizado, com a afirmação de valores, atitudes e práticas sociais que expressem a cultura dos Direitos Humanos.