Você está aqui: Página Inicial / Engenharia / Engenharia Civil / Notícias / Ex-aluna de Engenharia Civil ingressa em mestrado do CEFET-MG

Ex-aluna de Engenharia Civil ingressa em mestrado do CEFET-MG

Regiane Cristina da Silva estudará Educação Tecnológica
Ex-aluna de Engenharia Civil ingressa em mestrado do CEFET-MG

Por acreditar que a educação pode transformar profundamente a vida das pessoas, Regiane Cristina da Silva, de 31 anos, sonha em se tornar professora e mudar a trajetória de estudantes, assim como aconteceu com ela. Formada em Engenharia Civil pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix em 2015, Regiane segue para a próxima etapa da realização desse sonho: ingressou em um reconhecido programa de pós-graduação.

Aprovada no Mestrado em Educação Tecnológica do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), a estudante iniciou os estudos em março deste ano. “Vou estudar a ‘Trajetória dos egressos dos cursos de engenharia: um olhar a partir das cotas’. Fui bolsista na graduação e vejo, pela minha vida, que quando a oportunidade é dada o estudante pode ser o protagonista da sua história”, conta.

A mestranda explica que os professores da graduação do Izabela tiveram grande influência em sua decisão de prosseguir adquirindo conhecimento e ingressar na carreira acadêmica. “Durante a graduação, os professores nos incentivavam a sermos profissionais competentes e a dar continuidade aos estudos, devido à nossa área estar em constante transformação. Alguns deles tenho contato até os dias de hoje, são minhas inspirações”, diz.

Para o futuro, Regiane pretende continuar se especializando e lecionar. “Sempre sonhei com a docência, principalmente em Engenharia Civil. É cativante poder contribuir para o crescimento Intelectual e profissional de alguém”, finaliza.

Engenharia Civil no Izabela Hendrix

Educar e formar cidadãos qualificados e críticos, com base em valores cristãos, para atuar na transformação da sociedade é parte da missão do Centro Universitário. Entretanto, a formação crítica não se completa sem uma reação propositiva. A reação à critica deve ser traduzida numa alternativa, numa solução, numa proposta criativa de superação de uma situação-problema.

A graduação do Izabela pretende atender aos requisitos de perfil do Engenheiro Civil do novo milênio e oferecer uma formação voltada para o desenvolvimento da capacidade criativa e do espírito crítico de forma integralizadora e continuada. Saiba mais sobre o curso.