Você está aqui: Página Inicial / Fonoaudiologia / Apresentação

Apresentação

Considerando que a Igreja Metodista entende a Educação Secular como “processo que oferece formação melhor qualificada nas suas diversas fases, possibilitando às pessoas o desenvolvimento de uma consciência crítica e seu comprometimento com a transformação da sociedade, segundo a missão de Jesus Cristo”, e que “o ensino formal a ser praticado não deve se restringir a preparar o aluno para o mercado, mas despertar a consciência crítica em relação aos problemas da sociedade, bem como superar a simples transmissão repetitiva de conhecimentos, e criar novas expressões do saber”.

O Curso de Fonoaudiologia propõe um paradigma educacional no qual se experimente um afastamento de metodologias transmissivas que têm como meta o acúmulo de saberes, para dar espaço a uma comunicação interativa e ao desenvolvimento de competências (conhecimentos, habilidades, atitudes e reflexões) capazes de mobilizar recursos cognitivos para solucionar com pertinência e eficácia situações problemas, ligadas a contextos culturais, profissionais e condições sociais. 

Ao apresentarmos a necessidade de competências a serem adquiridas, referimo-nos ao plano imediato do “saber fazer”, portanto, ao nível das habilidades e especialidades a serem aperfeiçoadas. Mas, também se pretende valorizar a comunicação interativa, na qual se enfatiza o “aprender a aprender”, de forma a estimular no aluno o interesse e a capacidade de buscar autonomamente o conhecimento e de se manter atualizado; o “aprender a conviver”, sabendo entender e respeitar as diversidades culturais e desenvolver um senso de tolerância e fraternidade; e o “aprender a ser”, ou seja, desenvolver sua potencialidade como ser humano.

Este aspecto situa nossa proposta na formação de um profissional generalista, humanista e integralista, consciente dos processos de comunicação humana – motricidade orofacial, audição, voz, linguagem e saúde coletiva – capaz de atuar, segundo princípios éticos e científicos, interagindo de forma interdisciplinar no exercício da Fonoaudiologia em seus vários níveis de atenção à saúde (prevenção primária, secundária e terciária), considerando a subjetividade, a história e o contexto socioeconômico e cultural dos indivíduos.

Buscamos o desenvolvimento de um conjunto de conhecimentos, qualidades, capacidades e aptidões que habilitem o aluno para a discussão, a consulta e a decisão relacionada a tudo o que concerne ao ofício do fonoaudiólogo, respaldado por conhecimentos teóricos fundamentados, acompanhados das qualidades e da capacidade que permitam executar as decisões necessárias, conforme proposto por Ropé e Tanguy (1997).

Adotamos o paradigma educacional que se utiliza da reflexão sobre situações concretas, projetos e problemas, centrados na aprendizagem; percebemos o professor como mediador entre o conhecimento científico acumulado, o interesse e a necessidade do aluno, visando o desenvolvimento de competências. O currículo é para nós o conjunto integrado e articulado de situações organizadas de modo a promover
aprendizagens significativas. 

O trabalho incluindo situações problemas e projetos, visa oportunizar ao aluno: participar da definição dos temas; fortalecer a sua autonomia, comprometer-se e responsabilizar-se de maneira compartilhada pela realização do processo de aprendizagem; além de confrontar idéias, experiências e resultados de pesquisa; produzir conhecimentos significativos e funcionais; valorizar diferentes habilidades e potencialidades; apreender e interpretar conceitos utilizando o conteúdo de diferentes disciplinas, numa perspectiva interdisciplinar e, ainda, ter uma visão global da realidade o que está de acordo com as concepções de Hernandez (1998) e Pozo (1998).

Pretendemos ainda que o curso possibilite a formação de competências para a transferência de aprendizagens em ações concretas. Esse compromisso traz importantes determinações para a compreensão da natureza do saber a ser trabalhado e da metodologia de ensino a ser adotada.