Você está aqui: Página Inicial / Fonoaudiologia / Histórico

Histórico

O Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, na época Faculdades Metodistas Integradas Izabela Hendrix, sensível à necessidade de fonoaudiólogos para atender à demanda profissional da população mineira, implantou, em 1990, o curso de Fonoaudiologia. Nessa época, não haviaem Minas Gerais nenhuma instituição de ensino superior que oferecesse este curso.

 Foi autorizado a funcionar em regime anual pelo Decreto Federal n.º 98.350, de 31 de outubro de 1989, com entrada única, no período noturno, oferecendo 80 vagas e com duração de 4 anos. Reconhecido pela Portaria MEC n.º 936, de 29 de junho de 1993, teve seu reconhecimento renovado pela Portaria MEC n.º 90, de 16 de janeiro de 2002.

 Iniciou suas atividades em fevereiro de 1990, com duas turmas de 40 alunos. A primeira turma do curso de Fonoaudiologia graduou-se em dezembro de 1993.

 Com vistas à renovação do reconhecimento, no ano de 2001 iniciou-se a reestruturação do projeto pedagógico, fato que trouxe a oportunidade de reestruturação do currículo do curso de Fonoaudiologia. Neste momento, o curso passou a oferecer 100 vagas, duas turmas de 50 alunos, em regime semestral – com duração de 8 semestres, com duas entradas anuais e um currículo mais atento às expectativas do mercado de trabalho daquele momento.

 Obteve Conceito A no provão do ano de 2003, nota 4 no ENADE no ano de 2004 e já foi qualificado com  3 e 4 estrelas no Guia do Estudante de 2005 a 2015. Atualmente tem conceito 3 pelo MEC.

 Desde o início de seu funcionamento, as atividades programadas do curso visam à formação integral, generalista e humanística dos alunos. Para isso, seu corpo docente é formado por profissionais que agregam duas condições essenciais que favorecem tal formação: experiência clínica e qualificação acadêmica. Proporcionamos, assim, aos alunos a oportunidade de vivenciar a prática clínica que só se adquire com quem sabe.

 

 O fonoaudiólogo graduado pelo curso de Fonoaudiologia do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix é um profissional generalista, consciente dos processos de comunicação humana – motricidade orofacial, audição, voz, linguagem e saúde coletiva. É capaz de atuar segundo princípios éticos e científicos e interagir de forma interdisciplinar no exercício da prevenção, promoção, avaliação, diagnóstico, habilitação e reabilitação, levando em consideração a subjetividade, a história e o contexto sócioeconômico e cultural dos indivíduos.

 As Clínicas Integradas de Saúde têm como principal objetivo oferecer aos alunos deste curso uma experiência pré-profissional em situação real de trabalho, atendendo as exigências de estágios curriculares. Agregam-se à ela os hospitais e maternidades com os quais a instituição mantém convênio, tais como o Hospital Mário Penna, o Hospital São Francisco e a Maternidade Odete Valadares.

 As atividades das Clínicas Integradas de Saúde também mantem importante Serviço de Atenção à Saúde Auditiva. Em convênio com o SUS, este constitui relevante serviço prestado à comunidade da grande BH, sendo, atualmente, o único conveniado em alta complexidade. A população usufrui, assim, de atendimentos do mais alto nível, por equipe constituída por 7 fonoaudiólogas, 2 médicos otorrinolaringologistas, 1 médico neurologista, assistente social e psicóloga. Os alunos do curso de Fonoaudiologia complementam as demandas de diagnóstico audiológico, seleção e adaptação de aparelhos auditivos, bem como de reabilitação dos pacientes atendidos neste serviço, devidamente supervisionados, garantindo o cumprimento da meta elevada de 140 novos pacientes ao mês! Tem-se, assim, a oportunidade de se aprender o SUS na prátca.