Você está aqui: Página Inicial / Pedagogia / Diferenciais do Curso

Diferenciais do Curso

Podemos tomar a práxis do pedagogo, a partir do pensamento de Florestan Fernandes que afirma ser o educador um profissional que necessita identificar-se com os outros degradados num posicionamento político exemplar, que não pode se amparar em retalhos das ciências sociais e políticas e exige dele, a redefinição de suas relações com a escola, com o meio, com os conteúdos de ensino, com os estudantes,
numa crítica reflexiva, que articule a consciência da situação com a ação prática modificadora (Fernandes, 1987 apud Marques, 2006, p. 33)

O aprofundamento dessa discussão permite também uma concepção de curso fundada em princípios humanizadores que visualizam a educação como uma prática social que busca realizar nos indivíduos as características da humanização plena, sendo, portanto, um fenômeno de relações sociais. Em consequência, a Pedagogia enquanto campo científico que reflete e discute esses fenômenos também é um campo de relações, um campo de interações sociais no qual a perspectiva da formação humana é intrínseca.

Desta forma a concepção do curso de Pedagogia do Izabela Hendrix parte do princípio que a formação de pedagogos-especialistas no campo da educação deverá decorrer de práticas pedagógicas reflexivas que aproximem a cientificidade da operacionalidade intrínsecas aos processos educativos, formais e não formais, escolares e não escolares, ocorridos na sala de aula ou fora dela. 

Entende-se que o curso de pedagogia se destina a formação de profissionais afeiçoados(a) tanto à atuação teórico-investigativo quanto ao exercício das especificidades docentes. No entanto, a formação do(a) Pedagogo(a) dessa Instituição se diferencia na medida em que se propõe a uma formação profissional que desafia o atual contexto educacional por meio de alto nível de engajamento social e com o comprometimento com a transformação da realidade sociocultural tida muitas vezes como imutável.

Supõe desta forma, a profissão do educador [pedagogo] um compromisso coletivo solidário, pelo qual se inserem os educadores na esfera política da sociedade ampla diversificada. Inserem-se como coletivo construído em processo permanente de debate das questões práticas e teóricas da educação, de que participem, na qualidade de interlocutores lucidamente ativos e em pé de igualdade, todos os educadores, educandos e demais interessados em educação. Para além dos acertos negociados, o compromisso profissional seja consensualmente produzido à base do amplo esclarecimento e da formação da vontade comum, da implementação de um projeto político de educação (Marques, 2006. p. 61)

Nossa concepção sobre a atual pedagogia permite grande investimento institucional na formação de pessoas engajadas em apreender o patrimônio cultural historicamente construído e de igual modo assumir o compromisso de socializá-lo nas práticas de ensino e compartilhamento dos saberes. Ao assumir tal compreensão desafiamo-nos a promover formação de pedagogos(as) comprometidos(as) com a busca de uma sociedade menos desigual e preparada para a convivência com o diverso, com o diferente e de igual modo preparada para assumir no âmbito das mais diversas áreas da educação o compromisso com uma educação voltada para garantia dos direitos humanos.

Dessa forma, nosso compromisso é a formação de pessoas humanas para atuarem com pessoas humanas, garantindo-lhes a dignidade e respeitando suas especificidades. No sentido de concretizar as concepções acima delimitadas, o Curso de Pedagogia do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, na sua especificidade, volta-se para: 

• a formação de um profissional engajado na comunidade local e regional, como espaço privilegiado da educação e como fonte de parcerias para a construção do bem-estar do ser humano, a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida;
• a educação permanente como forma de enfrentar os desafios e as necessidades do mundo contemporâneo;
• a preparação para atuação profissional em diferentes campos do saber em instituições escolares e não-escolares, abrangendo a docência na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, na modalidade Normal, bem como, abrangendo a gestão educacional e a produção e difusão do conhecimento científico e tecnológico do campo educacional.

Assim, em consonância com a visão da rede Metodista de Educação, o Curso de Pedagogia tem o propósito de ser referência na área da educação humanizadora, promovendo a formação de docentes que respeitem as diferenças sócio-culturais e as necessidades educativas especiais e estejam disponíveis a pensar e a fazer uma educação crítica e criativa, considerada a realidade regional e nacional.

Essa perspectiva atende à proposta das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Pedagogia no que se refere ao perfil do egresso, que deverá estar apto a atuar com ética e compromisso com vistas à construção de uma sociedade justa e igualitária. 

O Curso considera o caráter lúdico-pedagógico da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental vivenciado nas rotinas escolares e não escolares, orientando e preparando os futuros docentes para ações planejadas e que expressem uma intencionalidade na atuação junto às crianças dessas etapas, considerando as transformações familiares e sociais, as características sempre acentuadas da sociedade de comunicação e informação e suas conseqüências, inclusive àqueles\as que não tiveram possibilidades de escolarização na idade própria na modalidade de Educação de Jovens e Adultos.

A partir dos princípios Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e das orientações legais, o Curso privilegia em sua matriz curricular, abordagens teóricas e de formação, com base na pluralidade de idéias e concepções pedagógicas que permitam aos\às estudantes aprendizagens que encaminham para a construção da autonomia, do espírito investigativo e de pesquisa, da ética profissional e pessoal, de
consciência crítica e de libertação individual e coletiva e de aperfeiçoamento constante.