Você está aqui: Página Inicial / Pedagogia / Notícias / Fim do Magistério: curso de Pedagogia é alternativa para quem quer atuar na Educação Básica

Fim do Magistério: curso de Pedagogia é alternativa para quem quer atuar na Educação Básica

Plano Nacional de Educação indica que o curso de Magistério não seja aceito após 2024
Fim do Magistério: curso de Pedagogia é alternativa para quem quer atuar na Educação Básica

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), promulgada em 1996, recomenda que todos os professores da educação básica tenham formação em nível superior. Nesse sentido, o Plano Nacional de Educação (PNE), que contempla os anos de 2014 a 2024, também recomenda a formação de todos os professores em nível superior. No entanto, apesar da LDB e do PNE já estarem em vigor há alguns anos, os cursos de magistério, de nível médio, ainda são aceitos na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental. O objetivo do PNE é que até 2024 todos os professores atuantes na educação sejam formados em nível superior.

A professora e coordenadora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, Michele Sá, explicou a recomendação do PNE. “A meta 15 do PNE prevê que os Estados e Municípios, em regime de colaboração com a União, garantam a formação de todos os professores da educação básica em nível superior, que deve ser obtida em curso de licenciatura ou na área de conhecimento em que atuam”, esclarece a professora.

Ainda de acordo com Michele, a recomendação para os profissionais que cursaram o Magistério e desejam continuar atuando na Educação Básica é que iniciem, o quanto antes, o nível superior. “Nós indicamos que os professores que já atuam na área, comecem um curso de nível superior, seja Pedagogia ou outra licenciatura na área de conhecimento específico que pretende atuar. E, para quem ainda não está na área, recomendamos que façam o ingresso diretamente no nível superior”, explicou.

Para conhecer melhor a grade curricular do curso do Izabela clique aqui. A inscrição para o vestibular pode ser feita aqui

Além do curso de Pedagogia, o Izabela Hendrix oferece também cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Educação Física e Música.

Pedagogia

Ofertado desde o ano de 2007, o curso de Pedagogia do Izabela Hendrix é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e está entre os melhores do país pelo ranking do Guia do Estudante 2017, com 4 estrelas em uma escala que vai de 1 a 5. Com uma matriz curricular atualizada, o curso contempla as novas diretrizes curriculares nacionais para os cursos de licenciatura. Além disso, o curso do Izabela possui corpo docente qualificado, com professores experientes na Educação Básica e Educação Superior.

Durante a graduação, os alunos do Izabela têm a oportunidade de realizar os estágios obrigatórios e extracurriculares em escolas da rede municipal e privada, além de participar dos projetos de extensão do curso.

Projetos

O projeto “Brinquedoteca” é um projeto de extensão que visa criar espaços e tempos de encontro com movimento corporal, jogos e brincadeiras. O projeto tem como objetivo buscar a valorização da educação, com a promoção de processos alternativos baseados na educação para a liberdade, a participação, a democracia cultural, a criatividade coletiva e o desenvolvimento autônomo. A ideia é estimular a vida associativa como um espaço de articulação e mobilização social que reforce a democracia e contribua para melhorar a vida dos cidadãos.

O projeto “Pró-Discente” tem por objetivo oferecer aos alunos do curso de Pedagogia e à comunidade a possibilidade de aprofundar seus conhecimentos em diferentes áreas da educação (educação inclusiva, educação ambiental, educação musical, educação matemática, psicologia da educação, práticas pedagógicas, educação das relações étnico-raciais e outras). O curso oferece mensalmente minicursos e oficinas de forma gratuita e ministrada por profissionais com expertise na área da educação. Estes cursos são oferecidos fora do horário de aula e são abertos a toda comunidade.