Você está aqui: Página Inicial / Design de Interiores / Notícias / Egresso do Izabela Hendrix é semifinalista do Prêmio Láurea Máxima

Egresso do Izabela Hendrix é semifinalista do Prêmio Láurea Máxima

Egresso do Izabela Hendrix é semifinalista do Prêmio Láurea Máxima

O egresso Lucas Adriano do curso de Design de Interiores do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix é semifinalista do prêmio Láurea Máxima, um concurso voltado para estudantes desta graduação que tenham desenvolvido seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) ou Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC).

O prêmio é uma iniciativa da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD) e tem como intuito fortalecer o campo do design no país, que geralmente “é conflitado com a Arquitetura e Urbanismo que muitas vezes é mais reconhecido na área de interiores”, explica Josana Matedi, coordenadora do Design no Izabela Hendrix.

A proposta do TCC de Lucas consiste no projeto de um Coworking de Arquitetura e teve como orientadora a professora Carla Braga, responsável pela aula de Estúdio Avançado de Interiores II, que está na grade do último ano do curso. O conceito usado para a realização do trabalho foi aprendido na aula de Teoria do Design, ministrada pela professora Josana Matedi.

O Designer de Interiores Lucas Adriano, que também possui formação de Arquiteto Urbanista, conta que o processo de inscrição na competição parte da escolha dos professores, que selecionam trabalhos que se destacaram e, a partir disso, os participantes elaboram um escopo de seus projetos fazendo alterações exigidas para ingressarem na premiação.

A indicação e classificação para as semifinais são vistas por Lucas como um retorno de seus estudos e sua vontade de se realizar na vida acadêmica e profissional. “A ajuda dos professores ao longo do curso foi essencial para que hoje eu fosse indicado. A atenção e os ensinamentos passados em aula são reflexos das experiências e visões dos professores que, uma vez filtrado por nós alunos, é de grande adição para nossa vida acadêmica e profissional”, acrescenta.

Acompanhe as classificações no site da ABD.