Você está aqui: Página Inicial / Música / Extensão

Extensão

Em discussões para a elaboração do Projeto de Desenvolvimento Institucional (PDI), foi estabelecida uma visão mais consistente do endereçamento das políticas acadêmicas, desencadeando o processo de definição das Linhas Curriculares Institucionais (LCIs). Para tal, o currículo foi entendido em sua visão macro, conforme o consagrado nessa área de conhecimento: isto é, tudo o que se produz no Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix com a intencionalidade educativa.

Assim, as LCI’s orientam o percurso de todos os cursos em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. As mesmas compõem as grandes ênfases curriculares institucionais que refletem, em síntese, qual é a intenção e missão da Educação Superior na Metodista de Minas. As linhas, dentro das vocações da casa, expressam ao mesmo tempo os reflexos da história (o instituído) e o presente (instituído-instituinte), sinalizando o rumo que se quer imprimir às ações (instituinte de um “novo” instituído).

As LCI’s não se confundem com as Linhas de Pesquisa. Por serem mais amplas, as LCI’s abarcam as Linhas de Pesquisa, mas também estende suas ações às linhas do ensino e da extensão. As linhas Curriculares Institucionais que ficaram definidas e aprovadas no CONSUN foram:

a) Saúde Integral e Coletiva;
b) Modos de Vida Criativos e Sustentáveis;
c) Processos Educativo-Culturais socialmente responsáveis. (licenciaturas)

O Núcleo de Formação de Docentes vem contribuindo, com seu trabalho para a consolidação da LCI Processos Educativos-Culturais socialmente responsáveis. Trabalho este que deu origem a uma área de concentração de estudos, pesquisa e extensão do Núcleo de Formação Docente denominada de: Educação em contexto urbano.

Conheça os projetos de extensão


1) Produção de eventos artísticos

Buscando sanar a demanda generalizada no Brasil por profissionais capacitados na área, o curso de música propôs em 2015 o projeto “Produção de eventos artísticos”. O principal objetivo é proporcionar aos alunos e demais extensionistas o aprendizado das técnicas e práticas de produção de eventos artísticos através da vivência na área orientada pelo professor coordenador. Além de trabalhar com toda a parte de pré-produção, produção e pós-produção, os alunos extensionistas se envolvem na coleta e análise de dados junto ao público dos eventos visando fortalecimento do laços e aumento da produção técnico-científica do curso.

2) Coral Izabela Hendrix

O projeto “Coral Izabela Hendrix” se propõe a ser um grupo estável formado por alunos da instituição, funcionários, familiares e demais pessoas da comunidade. Conforme o PPC do curso, ao longo da formação profissional, o conhecimento produzido e divulgado na Licenciatura em Música, acerca da cultura e da educação musical, deve superar o conhecimento do senso comum, contribuindo com a disseminação de um olhar crítico que possibilita avanços sociais. A prática de canto coral, uma das práticas artístico-musicais mais difundidas em Minas Gerais e por todo o Brasil costuma ser conduzida por profissionais mal preparados e que não dão a devida atenção ao aspecto pedagógico relacionado à técnica vocal inerente à prática (AMATO, 2007). O maestro de coro é comumente o único professor de canto que os integrantes de corais amadores provavelmente terão em sua vida (FERNANDES, 2006). Deduz-se daí a grande responsabilidade dos professores de música de terem formação e prática adequadas que abordem técnica vocal e ferramentas para a condução e orientação de um coro.